AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

JACAREÍ, 17 DE DEZEMBRO DE 2017 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA EMÍLIA COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA


REDE SOCIAL. TV E RÁDIO

JACAREÍ, 17 DE DEZEMBRO DE 2017
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA EMÍLIA
COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA

(Maria Santíssima): “Queridos filhos, hoje, chamo vocês todos de novo ao Amor. O Amor Ágape será verdadeiramente aquelas asas que darão a vocês a possibilidade de voarem bem alto como o Meu filho Marcos sempre lhes diz.
Como fazer para obter essas duas asas?
• Em primeiro lugar: Rezar muito com o coração.
• Segundo: Desejar possuir esse Amor.
• Terceiro: Renunciar às coisas mundanas, o apego a elas para que o coração esteja livre para poder ser enchido por esse amor.
• Quarto: Buscar este Amor e fazer esse Amor entrar no coração e nele crescer por muitas obras de verdadeiro Amor.
Se vocês fizerem isso esse Amor crescerá em seus corações grandemente e dará a vocês a força para voarem bem alto no Céu da Santidade e fazerem tudo o que Deus pede a vocês, mesmo as coisas mais altas e difíceis, porque vocês poderão facilmente alcançar o cumprimento de todas as coisas pelo Amor.
Não disse o Apóstolo: ‘Tudo posso naquele que me fortalece?’
E quem era aquele que fortalecia? Era o amor... era o Amor Ágape e o Amor é Deus, Deus é Amor.
Quando vocês tiverem o Amor Ágape então vocês terão Deus presente em seus corações e será a própria graça de Deus que dará toda a força para vocês realizarem tudo, dará força a vocês para cumprirem tudo o que é difícil, tudo o que é árduo.
Sim, com o Amor Ágape, com ele vocês poderão tudo, porque ele dá força para a alma que o possui realizar tudo. Esse Amor dá a alma a força do próprio Deus.
Por isso então, Meus filhos busquem este Amor, queiram este Amor para que neste Natal verdadeiramente o Meu filho Jesus possa nascer em vocês e em vocês permanecer.
Sim, quantas vezes Eu trouxe o Meu filho Jesus para vocês no Natal, vocês o receberam, mas logo depois vocês o colocaram para fora de novo por causa das coisas mundanas e Jesus não permaneceu mais em vocês.
Que dessa vez não seja mais assim, que o Meu filho Jesus entre e permaneça em vocês para sempre. E a única forma disso ser feito é pelo Amor, pelo Amor Ágape, Sobrenatural nos seus corações.
Por isso filhinhos, nesses dias abram os seus corações a esse Amor Sobrenatural, queiram procurem-No aumentem em vocês mesmos por muitas orações com coração, fazendo a oração mental com o coração, a meditação que verdadeiramente abre e dispõe, prepara a suas almas para um encontro com o Meu filho e Comigo.
Deixem-Nos entrar e Eu prometo a vocês que com vocês permaneceremos se vocês também permanecerem no Amor.
Continuem rezando o Meu Rosário todos os dias, porque através dele sempre mais abre e dispõe os seus corações para o Amor Sobrenatural.
Desejo Meus filhos, que vocês deem 10 filmes da Minha Lacrimação em Akita no Japão e também em Chivitavechia para 10 filmes Meus. É o filme das Lacrimações nº 3 que o Meu filho Marcos fez para Mim e para o Meu filho Jesus.
Sim, cada alma que ver esse filme é uma espada de dor que sai do Meu Coração, divulguem-os! Divulguem esses filmes do Santuário que o Meu filho Marcos fez para que mais espadas saiam do Meu Coração, sobretudo, este o nº 3 das Lacrimações.
E também o filme das Minhas Aparições à Minha filhinha Catherine Labouré, porque muitos ainda não conhecem a Minha Medalha Milagrosa e por isso são privados das Minhas Graças, do Meu socorro e do Meu Amor.
Quero dar a todos um meio potente e eficaz para receberem meu auxílio, meu Amor e a Minha Misericórdia.
E desejo também que vocês deem esse Terço da Misericórdia novo o nº 70 e que tanto agradou o Meu Coração. Sim, essas Meditações irão tocar os corações de muitos dos Meus filhos, irão alertá-los sobre a existência do inferno, sobre também a beleza do Amor, do Amor de Deus, do Amor do Meu filho Jesus.
E os Meus filhos então, tocados por ele renunciarão alegremente às coisas do mundo que os levam à condenação e abraçarão felizes as coisas do Céu que os levarão a Deus que é Amor.
A todos Eu abençoo com Amor agora de LA SALETTE, de AKITA e de JACAREÍ.”


MENSAGEM DE SANTA EMÍLIA

EM BREVE

VIDA E ORAÇÃO A SANTA EMILIA DE RODAT

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO


VIDA E ORAÇÃO A SANTA EMILIA DE RODAT



(19 de SETEMBRO)


VIDA DE SANTA EMILIA DE RODAT


Nasceu Marie Guillemette Emilie de Rodat em 1787, em Chateau Druelles, Rodez, sul da França e foi criada por sua avó e educada na Maison San-Cyr Villefrance e na idade de 18 anos passou a ser professora lá, tão grande era sua inteligência e dedicação.


Sentindo-se chamada para a vida religiosa ela entrou para três Ordens religiosas, mas não se sentia confortável em nenhuma delas, assim em 1815 ela começou a cuidar de crianças pobres por sua conta e em 1816 ela fundou uma escola de graça para crianças pobres com 3 assistentes e 40 estudantes.


Isto foi o alicerce da fundação de um instituto que mais tarde se tornou a famosa "Congregação Religiosa da Sagrada Família" em Villefrance, dedicada a educação em geral, mas com ênfase especial à educação religiosa.


Ela trabalhava com grande esforço e energia e fundou nada menos de 38 instituições, algumas delas dedicadas a cuidar de mulheres em situação delicada, órfãs, prisioneiras, asilos de velhos religiosos e asilos de idosos em geral.


Diz a tradição que ela cuidava dos doente pessoalmente e curava alguns apenas com oração e sua benção. Assim sua fama se espalhou por toda a região e varias pessoas de todas as classes sociais vinham procura-la para conforto e cura.


Faleceu em 19 de setembro 1852 e seu túmulo passou a ser local de peregrinação e inúmeros são os milagres creditados a sua intercessão.


Foi canonizada em 1950 pelo Papa Pio XII.


Sua festa é celebrada no dia 19 de setembro


Fonte: Cadê Meu Santo.


ORAÇÃO A SANTA EMILIA DE RODAT


Ó Santa Emília de Rodat.
Vós que, em meio aos sacrifícios, penas e dores, amastes a Deus de todo o Vosso coração, de todas as Vossas forças e o próximo por amor a Deus.
Vós que fostes a terna mãe dos órfãos, a perfeita educadora da infância e da juventude, o socorro dos pobres, o alívio dos doentes, o conforto dos aflitos, lançai sobre nós um olhar compadecido e, em todas as nossas necessidades, ajudai-nos, protegei-nos e salvai-nos.
Ó Santa Emília, intercedei por nós!


Que Assim Seja.

SANTA EMÍLIA DE VIALAR, RELIGIOSA E FUNDADORA

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO

SANTA EMÍLIA DE VIALAR, RELIGIOSA E FUNDADORA

Emília de Vialar nasceu em 1797, no airoso burgo de Gaillac, no sul da França. Era filha de Tiago de Vialar e de Antonieta de Portal, duas das mais importantes famílias daquela região.


A primeira educadora de Emília foi sua mãe que, graças a uma fé profunda, inculcou a sua filha os primeiros elementos da fé cristã. Emília tinha apenas 13 anos quando sua mãe morreu: esta perca foi causa de grande sofrimento para ela, mas, apesar disso, ela adaptou-se à vida de pensionária na “Abbaye au Bois”, em Paris.


Dois anos depois, ela voltou para a sua cidade natal, dotada de uma boa educação e a sociedade civil de Gaillac acolheu muito cordialmente esta jovem tão graciosa e simpática.


Mas o chamamento de Deus se fez sentir... Amadureceu lentamente ao través de mil dificuldades... Emília ressente ao mesmo tempo um grande interesse pelos pobres, pelos doentes e pelas crianças abandonadas da sua cidade, primícias da sua obra futura.

Em 1832, no dia de Natal, Emília deixa a casa paterna onde, durante vinte anos ela tinha suportado um pai severo a quem ela declinara todas as ofertas de casamento, e Toinon, a criada autoritária que sempre procurava suplantar e ocupar o lugar desta jovem tão delicada nas actividades quotidianas.



Graças à herança deixada por seu avô materno, ela comprou uma casa e ali se instalou na companhia de três das suas melhores amigas. A partir deste momento, elas lançaram-se na luta para o alívio das misérias do próximo. Emília fundoua “Congregação das Irmãs São José da Aparição” para honrar São José no mistério da Encarnação, quando o Anjo do Senhor lhe apareceu e lhe disse: “José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo” (Mt. 1,20).

HISTÓRIA DE SANTA EMÍLIA DE CESARÉIA

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO


HISTÓRIA DE SANTA EMILIA DE CESAREIA


Filha de mártir, esposa de um santo, mãe de quatro bispos e santos.
Origens

Sabe-se que Emília de Cesaréia era cristã fervorosa desde a infância e que seu pai foi mártir, vítima do império romano. Tal filiação cristalizou em Emília a força da fé e a fidelidade a Nosso Senhor Jesus Cristo. Era de família nobre. Nascida em Cesaréia, cidade marítima e portuária de Israel, ela foi para a Costa do Mar Negro com a família. Ali conheceu seu futuro marido.
Casamento

Quando jovem, Santa Emília casou-se com um cristão chamado Basílio, na Costa do Mar Negro. Basílio, nascido no Ponto, uma província romana da Ásia Menor, mudou-se para a Costa do Mar Negro junto com sua família fugindo da perseguição anticristã promovida por Galério, imperador romano. Mais tarde, Basílio, também santo, passou a ser chamado de “Basílio, o Velho”.
Filhos santos

Casal abençoado, Santa Emília e São Basílio tiveram nove filhos. Dentre eles destacam-se: Santa Macrina, a Jovem, São Gregório de Nissa, São Basílio Magno e Pedro de Sebaste. Todos santos. Há também uma diaconisa chamada Teosébia que, segundo alguns, seria filha de Santa Emília. Porém, não há certeza sobre isso. Sabe-se de um outro filho de Santa Emília chamado Naucrácio, o eremita. Sabe-se também que a sogra de Santa Emília também era santa e se chamava Macrina. Para diferencia-la da filha de Santa Emília, a sogra passou a ser chamada de Macrina maior.

Fundadora de um mosteiro

A vida cristã de Santa Emília foi tão intensa que, no final de sua vida, já em idade avançada, junto com sues filhos Pedro de Sebaste e Macrina ela fundou um mosteiro, onde viveu na oração profunda, na caridade e no serviço a Deus e aos irmãos. Neste mosteiro Santa Emília veio a falecer e ali também foi sepultada no dia 8 de maior do ano 375. Santa Emília é mais conhecida e venerada nas igrejas orientais da Rússia e da Grécia, mas sua importância para a igreja primitiva foi grande.
Veneração

A Igreja Ortodoxa Russa celebra a festa de Santa Emília em 3 de janeiro, no mesmo dia em que seu filho São Basílio Magno é celebrado. Já a Igreja Ortodoxa Grega celebra sua festa no dia 30 de maio, no mesmo dia de São Basílio, seu marido e de sua sogra Santa Macrina Maior.
Legado

A vida de Santa Emília é um testemunho maravilhoso de família cristã. A família que ela fundou, junto com seu marido São Basílio, foi, sem dúvida, uma das famílias mais influentes no cristianismo em todos os tempos. Seus filhos foram todos missionários evangelizadores, sendo quatro deles bispos, pastores que iluminaram a vida da igreja por seu testemunho e ensinamentos.
Oração a Santa Emília

“Ó Deus, que destes a Santa Emília a graça de fundar e formar uma família santa e propagadora da fé cristã, por sua intercessão dai-nos a graça de viver a fé em nossas famílias, para que o amor de Cristo transborde de nossos lares para também iluminar o mundo. E, por intercessão de Santa Emília, pedimos a graça (fazer o pedido). Por Nosso Senhor Jesus Cristo na unidade do Espírito Santo. Amém. Santa Emília, rogai por nós.”

18 de dezembro - Beato Ângelo de Acri

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com

Beato Ângelo de Acri, nasceu em Acri, na Calábria (Itália), aos 19 de outubro de 1669. Seus pais chamavam-se Francisco Falcone e Diana Enrico. Quando tinha 18 anos pensou ser capuchinho. Entrou no noviciado em Acri, na Província de Cosenza. Invadido por dúvidas e incertezas com medo de não conseguir observar o ideal da Ordem, deixou duas vezes o noviciado. Entrou uma terceira vez e conseguiu vencer suas dúvidas e fez a profissão religiosa em 1691. Concluídos os estudos, foi ordenado sacerdote.


Como sacerdote entregou-se à pregação, simples e fervorosa, despida de retórica, mas acompanhada de milagres, exercendo grande e benéfico impacto, sobretudo, no meio das pessoas do campo, no sul da Itália. Como recordação das suas missões, era seu costume levantar um calvário constituído por três cruzes. Sua vida de contínua oração e sua austeridade eram a melhor confirmação de tudo o que recomendava aos fiéis. Toda a região da Calábria se sentiu invadida por uma onda de fé e de fervor. O início deste seu apostolado foi de desilusão. Por isso mesmo, depois do primeiro fracasso, fr. Ângelo pediu ao Senhor que lhe desse o dom da palavra. O Senhor ouviu-o. Quando estava no púlpito, as idéias surgiam-lhe com tal abundância que era perceptivel a inspiração que vinha de Deus.


As primeiras dioceses a serem evangelizadas por ele foram: Cosenza, Rossano, Bisignano, São Marcos, Nicastro e Oppodo Lucano. Quando pregava nesta última, apareceu sobre a sua cabeça luminosa estrela que foi vista com admiração por todos os presentes. As conversões foram tantas que o demônio, invejoso de tais êxitos, muitas vezes tentou conseguir que ele interrompesse a pregação. Em 1771, o cardeal Pignatelli convidou fr. Ângelo para pregar a Quaresma na Catedral de Nápoles. Começou na Quarta-feira de Cinzas e a Catedral estava repleta. Pregou com simplicidade; os ouvintes, primeiramente, sorriam; depois, perante a santidade da sua vida e a profundidade das suas palavras, os milagres que se sucederam durante toda a Quaresma e as numerosas conversões, a assembléia compreendeu que a pregação estava sendo orientada por um santo. Os temas das suas pregações eram os novíssimos e as demais verdades da fé. Na sua vida, foram freqüentes os êxtases. Foi visto diversas vezes elevado da terra. Quando pregava, uma ou outra vez, aparecia rodeado de luz celestial. Outras vezes, foi vista branca pomba branca que pousava sobre a sua cabeça. Exerceu o cargo de Ministro Provincial. 


Pela forma como conduzia o seu ministério foi designado o anjo da paz. Dizia: “É grande graça e uma grande glória ser capuchinho e verdadeiro filho de São Francisco. Mas é necessário conhecer e levar sempre conosco cinco pedras preciosas: a austeridade, a simplicidade, a fiel observância das Constituições e da Regra de São Francisco, a inocência de vida e caridade sem limites”. No ano de 1739, foi enviado ao convento de Acri, sua terra natal. Já estava idoso e cansado pelas atividades apostólicas. Seus conterrâneos tinham medo de que ele morresse longe da sua terra. Ele, porém, queria morrer no seu campo de trabalho. Seis meses antes da morte, foi acometido de cegueira. Com 70 anos de idade, aos 31 de outubro de 1739, com os nomes de Jesus e de Maria nos lábios, expirou serenamente. Morreu na sua terra, Acri, onde grande santuário conserva o seu corpo venerável. Foi beatificado pelo Papa Leão XII, aos 18 de dezembro de 1825. 

18 de dezembro - Dia de São Graciano

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com



São Graciano
249-301

Graciano foi um dos sete missionários cristãos enviados por Roma, para evangelizar na região da Gália, futura França. Conforme os registros da diocese de Tours, consta que Graciano foi o primeiro bispo dessa diocese. 

Tudo começou no ano 249, quando Graciano chegou a Tours, local que o papa Fabiano, agora santo, lhe designara para exercer o cargo de bispo. A cidade não possuía igreja, os pobres eram maltratados e os enfermos, marginalizados; era dominada, completamente, pelo paganismo. Desde o início, como representante do catolicismo, passou a ser perseguido pelos infiéis, que não queriam deixar a adoração dos falsos deuses. 

Em certos períodos, a perseguição era tanta e tão feroz que Graciano precisava esconder-se em lugares solitários. Lá, reunia os cristãos e os interessados em converter-se para poder celebrar os sacramentos, a missa e pregar a palavra de Cristo. 

Mas o bispo perseverou e o grupo de cristãos foi crescendo. Os pobres da cidade, pela primeira vez, começaram a receber atenção e ajuda comunitária. Ele fundou, até, um hospital para os doentes abandonados, que antes não existia para eles. Esse árduo e fecundo apostolado durou cinqüenta anos. 

Segundo a tradição, o próprio Jesus teria aparecido ali para avisar o bispo Graciano que a sua morte se aproximava. De fato, logo depois ele morreu, numa data imprecisa, mas no ano 301. Seu corpo foi sepultado no cemitério cristão que ele mesmo implantara nos arredores da cidade. 

Mais tarde, suas relíquias foram transferidas para a antiga Catedral de Tours, que era dedicada a são Martinho e, atualmente, é dedicada a são Graciano. Por isso ela é chamada, pela população francesa, de "La Gatienne". A festa do primeiro bispo de Tours foi fixada pela Igreja no dia 18 de dezembro.

18 de dezembro - Dia de São Vunibaldo

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com 

São Vunibaldo
701-761

Vunibaldo dedicou sua vida à oração contemplativa e ao apostolado. Preferia ficar retirado na solidão, mas colocava-se sempre disponível para difundir o Evangelho. Era um príncipe da realeza dos Kents, nascido em 701. Antes dessa importância e riqueza material, porém, teve o privilégio de descender de uma família de santos, pois era filho de são Ricardo, rei da Inglaterra meridional, irmão de são Vilibaldo e de santa Valburga. 

Em 720, partiu com o pai e o irmão em peregrinação para a Terra Santa, passando, antes, por Roma. Mas seu pai adoeceu durante a viagem e morreu na cidade italiana de Luca. Os dois irmãos ficaram juntos em Roma, por dois anos. Depois se separaram, Vilibaldo partiu para a Palestina e ele ficou ali, estudando, por mais dezesseis anos. 

Seu tio Bonifácio era, então, o bispo da Alemanha, e estava empenhado na evangelização da região, para o que solicitou sua ajuda. Em 738, Vunibaldo foi ordenado sacerdote e foi auxiliar a missão do tio no interior das terras germânicas. Cinco anos depois, foi chamado para a Corte, por solicitação do duque Odilon. 

Por mais algum tempo, ficou acompanhando o tio na sua obra apostólica. Porém, cada vez mais, ansiava pela vida monástica e pela contemplação na solidão. Resolveu construir um mosteiro. Comprou o terreno em Heidenheim, para onde se retirou com alguns companheiros, para cultivarem, enquanto também construíam o mosteiro. Na época, seu irmão e futuro santo, Vilibaldo, era bispo de Eichestat, e o ajudou a estabelecer-se. 

Contudo o tempo para os estudos e a contemplação foi curto, porque logo foi nomeado abade. Nesse cargo, dedicava-se ao apostolado para reforçar a fé da população, que recaía, sempre, no paganismo. Os habitantes eram supersticiosos, e viviam nos prazeres mundanos. Vunibaldo combateu com muita firmeza tais vícios, comprometendo a integridade física dos monges e do próprio mosteiro, pois sofriam constantes ameaças de morte e de incêndio. 

Sonhando, ainda, com a paz do retiro, decidiu acabar os seus dias no Mosteiro de Monte Cassino. Escreveu ao abade e aos monges de lá pedindo para ser acolhido pela comunidade. A resposta veio através de um caloroso convite. Mas Vunibaldo estava muito doente e teve de desistir do projeto. Quando já não conseguia mais caminhar até a igreja, pediu para colocarem um pequeno altar em sua cela, ficando, na quietude da oração, a contemplar o Santíssimo Sacramento. Pouco tempo depois morreu, em 18 de dezembro de 761. 

A sua veneração só fez aumentar, pois já tinha fama de santidade em vida. Seu culto difundiu-se, principalmente, entre os povos germânicos, que o festejam neste dia. A biografia de são Vunibaldo foi escrita por sua irmã, santa Valburga, que relatou com detalhes os prodígios que aconteciam com sua simples presença, prodígios também confirmados por outros registros, e pela tradição oral, divulgada entre os cristãos através dos tempos.

domingo, 17 de dezembro de 2017

JACAREÍ, 16 DE DEZEMBRO DE 2012 - MENSAGEM DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA - CAPELA DO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ/SP/BRASIL

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
 http://www.apparitionstv.com/

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA

“-Meus queridos filhos, hoje, chamo-vos mais uma vez a escutardes o chamado do Eterno Amor que desde o alto do Céu vos convida à Estrada da Santidade.
Vós sois chamados a uma grande santidade pelo Senhor e também por Mim, mas ninguém poderá ser santo apegado ao pecado, por isso, vos convido a antes da vinda do Meu filho Jesus a vos arrependerdes sinceramente de todo o coração e a mudarem de vida, de forma que a vossa vida seja completamente nova e completamente conformada com a Vontade do Meu Filho Jesus.

Foi isto o que Eu pedi em Montichiari mostrando à Minha filhinha Pierina Gilli com a rosa amarelo-dourada que trago sobre Meu Coração, não basta apenas oração, não basta apenas sacrifício, é preciso também haver penitência, ou seja, arrependimento sincero dos pecados e mudança de vida. Sem isto a vossa oração não vos levará longe, por isso mudai completamente as vossas vidas para que o Meu filho Jesus possa nascer nos vossos corações verdadeiramente no dia de Natal.

Abri os vossos corações ao Amor, Deus espera de vós grandes coisas, Eu espero de vós um grande amor, uma grande santidade, não vos limiteis ao comum dos mortais, mas, amai sem limites a Jesus, buscai amá-Lo com todas as forças do vosso coração, com toda a vossa alma, com todo o vosso ser procurando agradá-Lo e fazer a Sua Vontade da melhor forma possível.
Renunciai à preguiça, renunciai à languidez, renunciai à inveja, renunciai à soberba, ao orgulho, à falsidade de coração, porque aqueles que tem tudo isso não entrarão no Reino dos Céus.

Sede bons, sede perfeitos, como Jesus é perfeito, como Eu Sou perfeita e como os Santos depois de lutarem arduamente por toda a Sua vida se tornaram perfeitos e Santos. A batalha dos Santos para alcançarem a perfeição, para alcançarem a Santidade foi dura, foi imensamente difícil, mas o amor que Eles tinham em Seus corações por Deus e também pela salvação das almas fez com que Eles a tudo, a tudo deixassem, a tudo renunciassem por amor ao Meu filho Jesus e dessem tudo por Tudo, ou seja, dessem toda a Sua vida, colocassem todo o Seu empenho, consumissem todas as Suas forças pelo Tudo, pelo Meu filho Jesus, para amá-Lo, para agradá-Lo, para comprazer e corresponder à Sua Vontade sobre eles.
Que esta também seja a vossa vida, que este seja o vosso anseio, que este seja o vosso único ideal, para que assim, vós também possais caminhar, seguir e crescer na estrada da verdadeira santidade.

Eu desejo que Aqui cresçam muitas flores de santidade, mas, isto não será possível, se vós não vos entregardes docilmente nas Minhas Mãos e não renunciardes aos vossos planos para aceitar os Meus. São muitas as almas que não renunciam a sua vontade para querer a Minha, e também é grande o número das almas que dizem querer a Minha vontade mas a seu modo, não como Eu quero. Desta forma nunca sereis santos, nunca entrareis no Céu, por isso, se quiserdes salvar as vossas almas fazei tudo isto: entregai-vos nas Minhas Mãos, deixai vossa vontade de lado, aceitai a Minha como fizeram as Minhas filhas Bárbara, Lucia, Bakita, os Meus filhos Geraldo, Luiz Maria Grignion de Montfort, Afonso de Ligório, Ambrósio e todos os Meus filhos e então, Eu vos conduzirei pela estrada da VERDADEIRA SANTIDADE.
O que o mundo mais precisa nesta hora é de verdadeiros santos que com o exemplo de suas vidas, com suas palavras, suas orações e seu amor verdadeiro e ardente a Deus ajudem a iluminar a face da Terra e a banir as trevas de Satanás de todo o mundo, de todas as nações, de todas as almas.

Levantai-vos soldados de Cristo! Levantai-vos soldados do Meu Coração Imaculado! Levantai-vos e caminhai velozmente rumo à santidade! Que o ROSÁRIO nas vossas Mãos seja sempre a poderosíssima arma da qual vós vos valereis com sabedoria para alcançardes a profundidade espiritual e a verdadeira santidade nas vossas almas.
Continuai a fazer todas as Orações que Eu vos dei Aqui, porque através delas quero todos os dias esculpir nas vossas almas a perfeita Imagem do Meu Coração Imaculado: puro, sem mancha, repleto de amor, completamente consagrado ao Senhor. Somente assim vós agradareis ao Pai do Céu e sereis reconhecidos por Ele como Seus verdadeiros filhos.
Apressai a vossa conversão! Não quero conversões por medo dos castigos, mas vos digo:o tempo está próximo e vós ainda estais paralisados nas mesmas fraquezas, nas mesmas misérias, nos mesmos erros repetidamente cometidos.

Neste Natal e no novo ano que nasce convertei-vos verdadeiramente, empregai, empreendei uma verdadeira busca do Senhor, uma verdadeira procura da Sua Vontade, empreendei uma nova, decidida e constante caminhada para junto do Senhor. Que a vossa vida a partir de agora já não seja mais a mesma e que vós possais enfim enveredar pelaverdadeira estrada da conversão que conduz a Deus.

Neste lugar onde Sou perfeitamente amada, glorificada e servida pelo Meu filhinho Marcos, pelos Meus escravos de amor que estão Aqui aos Meus Pés e por tantos dos Meus filhos que Me deram o Seu sim e procuram seguir-Me pelo caminho que Lhes tenho apontado. Cada dia, Aqui, encontro o Meu beneplácito, Aqui encontra o Meu agrado, embora ainda existam alguns corações que Me ferem, que Me machucam porque não querem Me dar o Seu sim. A esses filhos hoje novamente digo: Deixai-vos, deixai-vos a vós mesmos e a vossa vontade, aceitai a Minha e vereis que obras maravilhosas de santidade Eu realizarei em todos vós de agora em diante.

Convertei-vos! O tempo da Justiça de Deus vai soar em breve e quando as trombetas dos Anjos da Justiça soarem a Terra inteira estremecerá, famílias inteiras serão sepultadas e outras tantas serão engolidas e desaparecerão nos abismos da Terra cheios de fogo de onde nunca mais voltarão, porque rejeitaram a Cristo e Seu Evangelho, porque desprezaram a Lei do Senhor e porque desprezaram a Mim, a Sua Mãe, que vim à terra tantas e tantas vezes nas Minhas Aparições com as Minhas Mensagens de Dor e de Amor para salvar a todos. 
Já naquela hora não haverá mais remédio, não haverá mais chance de apelação e Eu mesma serei surda aos gritos de todos aqueles que Me desprezaram enquanto Eu visitava a Terra com as Minhas Aparições e que mesmo podendo não quiseram escutar as Minhas chamadas.

O tempo é breve Meus filhos, em breve sereis arrebatados nos ares com os Anjos e este mundo ao qual agora vós tanto amais e ao qual tanto vos agarrais com todas as forças já terá passado e não mais existirá e no novo Céu e na nova Terra que virão vós sereis como os Anjos e cantareis Comigo e com os Santos, com os Mártires e os Confessores eternamente os louvores do Senhor. Tudo será novo, toda lágrima será enxugada, novos Céus e nova Terra se descortinarão diante de vós. A violência, o pecado, a maldade, o rio, o vômito da serpente infernal serão precipitados juntamente com ela nos abismos eternos e o Senhor, o Meu Filho Jesus Cristo será de novo servido, adorado, amado e glorificado por todos os homens e ao lado Dele, Eu a Sua Mãe e a Rainha do Céu e da Terra estarei coroada triunfante tendo em escabelo de Meus Pés a serpente infernal e mantendo ao Meu lado em suprema glória os Meus filhos que Me amaram, Me obedeceram e preferiram a Mim antes que a si mesmos, preferiram a Minha Vontade antes que a sua.

Por isso Meus filhos, avante! Rezai muito! Sem a oração a vossa alma morrerá em pouco tempo, pois a oração é o oxigênio das vossas almas. Parai de rezar e as vossas almas morrerão prontamente. Rezai muito e a vossa alma ficará cheia do bom oxigênio, da graça de Deus e do Espírito Santo e leve e suave, forte e repleta de saúde espiritual ela correrá com passo rápido e célere ao encontro do Senhor que vem.

A todos vós, neste momento abençoo generosamente, de LA SALETTE, de MARPINGEN, de 
HEROLDSBACH e de JACAREÍ.

A Paz Meus filhos! A Paz a ti Marcos, o mais dedicado e esforçado de Meus filhos a quem não Me canso de favorecer por meio da Minha Santa Serva LUCIA DE SIRACUSA e de todos os Santos no Céu.”

********************************************
ORAÇÕES PARA SEGUNDA-FEIRA


SACRATÍSSIMO ROSÁRIO MEDITADO 22


SANTA HORA DA PAZ - VOL. 73
SANTUARIO DAS APARICOES DE JACAREI - SP - BRASIL

Santa Hora do Espírito Santo nº 19 
Santuário das Aparições de Jacareí - São Paulo - Brasil


FILME:(RARIDADE)APARIÇÕES DA ROSA MÍSTICA EM MONTICHIARI A PIERINA GILLI - VOZES DO CÉU 8

17 de dezembro - Dia de Santa Olímpia

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com

JACAREÍ, 23 DE DEZEMBRO DE 2012 - MENSAGEM DE SANTA OLIMPIA COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA
SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ

Marcos: “Oh bela princesa do Céu, quem sois vós?”

“-Amados irmãos Meus, Eu, OLÍMPIA, Serva do Senhor, da Mãe de Deus, do Espírito do Senhor, venho agora mais uma vez para vos abençoar e dar a Paz.

Digo ‘mais uma vez’ embora esta seja a Minha primeira Mensagem Aqui, porque Aqui estou continuamente para dar a bênção todos os dias, aqueles que vêm devotamente rezar neste local.

Eu vos amo tanto! E quero chamar-vos a verdadeira conversão do coração que agrada ao Senhor, que atrai a benevolência dele para vós e que vos faz verdadeiramente serdes herdeiros do Senhor.

Vós quereis ser herdeiros do Senhor, herdeiros do Céu, mas o quereis mantendo dentro de vós o pecado. Assim, a única coisa que vós herdareis ao sairdes deste mundo será o fogo eterno. Por isso, CONVERTEI-VOS SINCERAMENTE! Para que após a vossa vida possais receber a coroa da vida eterna e receberdes por herança aquele reino Celestial onde Eu e todos os Santos do Senhor cantamos a Sua glória e bendizemos o Seu Nome.

Por isso digo-vos: Convertei verdadeiramente os vossos corações renunciando as vossas maldades, a vossa violência. Fazendo guerra aos vossos defeitos e misérias, para que assim, todos os dias, a vossa alma se torne mais bela, mais pura, mais luminosa e mais cheia de amor para agradar ao Senhor e a Mãe de Deus.

Convertei verdadeiramente os vossos corações, renunciando a tudo aquilo que no vosso caminho se opõe a vontade do Senhor e a sua lei de amor. Para que assim, sem embaraço nem tardança, vos coloqueis a cumprir essa vontade na vossa vida.

Convertei verdadeiramente os vossos corações, vivendo numa vida de oração intensa, profunda, meditando continuamente as palavras que vos chegam desde o Céu e também aquelas que há milênios vos foram enviadas pelo Senhor e que estão na Sagrada Escritura; para que assim, vós, todos os dias, crescendo cada vez mais no conhecimento e na sabedoria Divina , também possais crescer mais no amor pelo Senhor que só podeis conhecer por meio da sua palavra, da oração e da meditação.

Eu Olímpia estou sempre convosco. Nas vossas necessidades vos defendo e protejo. De quantas insídias de satanás já vos libertei e vós nem sabíeis disso. Eu vos amei primeiro, primeiro e antes que vós me amásseis, me conhecêsseis e pudésseis me pedir ajuda. Isto vos prova quanto vos quero bem e o quanto desejo ajudar-vos a chegar no Céu.

Aqui, neste lugar abençoado das Aparições, onde o Céu inteiro se faz presente e onde a Misericórdia Divina se derrama como nunca antes na face da Terra, Eu venho hoje dizer-vos: O Amor não é amado! Este grande amor que Aqui derramou tantas misericórdias, tantas graças, que Aqui se doou, se entregou tanto à vós, não é amado suficientemente por vós. Por isso, abri os vossos corações! Correspondei mais a este amor que vos escolheu para que de toda a vossa vida, suba todos os dias para o Senhor o incenso do amor verdadeiro que é a única coisa que pode aplacar a Sua Justiça, a Sua Ira contra vós!

Eu, Olímpia, tomarei as mãos de todos aqueles que a Mim se entregarem e se deixarem guiar por Mim no caminho da santidade. Juntamente com todos os outros Santos, Eu quero vos conduzir por esta via que é cheia de pedras e de espinhos, de brasas e de sofrimentos, mas que é a estrada real que leva ao Céu. E no final dela, encontrareis um maravilhoso jardim celestial vos esperando para vos recrear e vos alegrar por toda a eternidade.

Fugi do caminho do inimigo que é semeado de muitas rosas de prazeres, facilidades e benefícios nesta vida. Mas, dentro de cada rosa, está o número do inimigo gravado: o número 666. E todos aqueles que vão por esse caminho de rosas, têm a marca dele em suas almas e o seu nome já está riscado no livro da vida.

Amados irmãos, A vida passa breve! Não deixeis que a graça que agora passa por vós, passe, sem que vós a abraceis e dela possais tirar, haurir o santo proveito que o Senhor espera e deseja de todos vós. A todos, neste momento abençôo com amor e digo: Rezai... Rezai..., Rezai....

A Paz! A Paz a ti Marcos, o mais esforçado e querido dos meus amigos e dos irmãos dos Santos do Céu!”


****************************************
Santa Olímpia - 361-408

Ao ficar viúva do governador de Constantinopla, Olímpia recebeu muitas propostas para um novo casamento, mas recusou todas porque queria entregar-se à vida religiosa. A sua insistente recusa motivou, mesmo, o confisco de todos os seus bens. 



Olímpia nasceu em 361, na Capadócia. Pertencia a uma família muito ilustre e rica dessa localidade, mas ficou órfã logo cedo. Foi educada por Teodósia, irmã do bispo Anfíloco, futuro santo, o que lhe garantiu receber, logo cedo, os ensinamentos cristãos. Aos vinte anos de idade, casou-se com o governador de Constantinopla, ficando viúva alguns meses depois.

Desejando ingressar para a vida religiosa, afastou-se de todos os possíveis pretendentes. O fato muito contrariou o imperador Teodósio, que queria vê-la como esposa do seu primo, um nobre da Corte espanhola. Olímpia, entretanto, perseverou na sua decisão. Como vingança, o soberano mandou que todos os seus bens fossem confiscados e administrados pelo prefeito da cidade. Ao invés de reclamar, Olímpia agradeceu, porque não precisaria mais perder tempo com a administração das propriedades. Pediu que os bens fossem definitivamente confiscados e doados aos pobres. Não foi atendida. 

Em seguida, o imperador fez uma longa viagem e, ao voltar, três anos depois, ficou tão impressionado com as informações sobre sua vida santa e repleta de humildade e caridade que restituiu os bens a ela. Assim, Olímpia continuou suas obras de caridade com maior intensidade. Mas seu sofrimento não acabou. Contraiu doenças dolorosas. Conta a tradição que Olímpia jamais pronunciou qualquer reclamação. Desse modo, tornou-se um modelo perfeito aos cristãos de seu tempo. 


Seu nome foi envolvido em denúncias graves infundadas, por isso se tornou vítima de perseguições injustas. Foi acusada de ser cúmplice de São João Crisóstomo no incêndio de uma catedral. 

Mas ela declarou, categoricamente, que nada fizera, muito menos Crisóstomo, que doava muito dinheiro para a construção de igrejas, portanto não poderia destruir uma. 

Essas acusações partiam do antipatriarca Arsácio, inimigo declarado de Crisóstomo, que mandou Olímpia deixar a cidade. O principal motivo desse exílio foi porque ela era a mais estimada assistente de Crisóstomo, chamado de "o maior pregador da Antigüidade". Era tão competente que, aos trinta anos de idade, se tornou diaconisa da Igreja, dignidade só concedida às viúvas com mais de sessenta anos. 

Logo Olímpia decidiu voltar, declarando ao próprio prefeito que não reconhecia autoridade no antipatriarca por ser usurpador de um poder que a Igreja não lhe concedera. Assim, tornou-se a principal vítima de Arsácio, pois Crisóstomo já havia sido exilado de sua pátria pelo cruel prefeito, cúmplice do antipatriarca. Olímpia morreu no ano 408. 

Santa Olímpia é celebrada, no Oriente, nos dias 24 e 25 de julho, e, na Igreja de Roma, no dia 17 de dezembro.

17 de dezembro - Dia de São João da Mata

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com

São João da Mata-1152-1213
Fundou a Ordem dos Trinitários

A missão de salvar cristãos prisioneiros dos turcos foi mostrada a João da Mata em uma visão que teve ao celebrar logo a sua primeira missa. Essa foi a motivação que tornou possível a Ordem da Santíssima Trindade e da Redenção dos cativos, ou somente Padres Trinitários, como são conhecidos, que tinha como objetivo resgatar cristãos presos e mantidos como escravos pelos inimigos muçulmanos. Nessa época, o Império Otomano, dos turcos muçulmanos, dominava aquelas regiões. 

A nova Congregação foi fundada em 1197 por João da Mata, com o apoio do religioso Félix de Valois, considerado seu co-fundador, também celebrado pela Igreja. A autorização da Igreja veio através do papa Inocêncio III, um ano depois. Mas João, antes de procurar o auxilio de seu contemporâneo Félix, já levava uma vida social e religiosa voltada para a luta a favor dos oprimidos. 

João da Mata nasceu em 23 de junho de 1152, em Francon, no sul da França, e desde pequeno mostrou sua preocupação para com os injustiçados. Ele chegava a dividir com os pobres todo o dinheiro que recebia dos pais para seu divertimento. Depois de tornar-se sacerdote e ter-se doutorado em teologia em Paris, procurou Félix, que vivia recluso e solitário, com o qual conviveu por três anos. Nesse período, planejaram a criação da nova Ordem e a melhor maneira de lutar pela liberdade dos cristãos, então subjugados, segregados e muitos mantidos em cativeiro. 

Para isso ele ergueu, então, a primeira comunidade em Cerfroi, região deserta nos arredores de Paris, que depois se tornou a Casa-mãe da Ordem dos Trinitários. De lá os sacerdotes missionários formados passaram a soltar os cativos, levando-os, em triunfo, a Paris. O próprio João da Mata organizou uma expedição à África, onde resgatou, pessoalmente, um grande número de cristãos em cativeiro. Em uma segunda viagem, caiu nas mãos dos muçulmanos, foi espancado e deixado sangrando pelas ruas de Túnis, na Tunísia. 


Recuperou-se, reuniu os cristãos e os embarcou num navio que devia levá-los a Roma. O barco acabou sendo atacado, teve as velas rasgadas e o leme quebrado. Os registros e a tradição contam que João da Mata tirou o manto, rezou, transformou-o numa vela, pediu a Deus que guiasse o navio e, assim, chegaram ao porto da cidade italiana de Óstia. Depois, muitos outros cristãos foram libertados dessa maneira, na África, pelos integrantes que engrossavam a nova Congregação. 

A Ordem dos Trinitários cresceu tanto que seu fundador teve de construir várias outras casas comunitárias, tamanha era a solicitação para o ingresso. João da Mata morreu santamente, no dia 17 de dezembro de 1213. O papa Inocêncio XI elevou à honra dos altares são João da Matha, cuja celebração foi estabelecida para o dia de sua morte.

17 de dezembro - Dia de São José Manyanet y Vives

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
www.apparitionstv.com

São José Manyanet y Vives
1833-190

Fundou as Congregações:
Filhos da Sagrada Família Jesus, Maria e José, e a Congregação das Missionárias Filhas da Sagrada Família de Nazaré

José Manyanet y Vives nasceu, em 7 de janeiro de 1833, no seio de uma família numerosa e cristã, em Tremp, Lleida, Espanha. Inteligente, mas pobre, para completar os seus estudos secundários teve de trabalhar na Escola Pia de Barbastro, e os eclesiásticos completou nos seminários diocesanos de Lleida e Urgell. Foi ordenado sacerdote em 1859. 

A preocupação com a formação moral e cristã das famílias era, sem dúvida, sua motivação maior. Sua grande aspiração era que "todas as famílias imitassem e bendizessem a Sagrada Família de Nazaré"; por isso queria formar "uma Nazaré em cada lar", fazer de cada família uma "Santa Família". Após anos de intenso trabalho na diocese de Urgell, a serviço do bispo, quando já ocupava o cargo de secretário de visita pastoral, sentiu-se chamado por Deus para fundar duas congregações religiosas. 

Contando com o apoio do bispo, em 1864 fundou a Congregação dos Filhos da Sagrada Família Jesus, Maria e José, e, dez anos depois, a Congregação das Missionárias Filhas da Sagrada Família de Nazaré, cuja missão era imitar, honrar e propagar o culto à Sagrada Família de Nazaré e procurar a formação cristã das famílias, principalmente por meio da educação e instrução católica da infância e juventude e do ministério sacerdotal. 

Promoveu a construção do Templo Expiatório da Sagrada Família, em Barcelona, destinado a perpetuar as virtudes e exemplos da Família de Nazaré e a ser o lar universal das famílias. A obra é do arquiteto servo de Deus Antônio Gaudí. Impulsionado por este carisma, escreveu várias obras; fundou a revista "A Sagrada Família"; as associações laicas dos Camareiros e Camareiras da Sagrada Família, hoje Associações da Sagrada Família, vinculadas aos seus institutos para se tornarem discípulos, testemunhas e apóstolos do mistério de Nazaré. 

Peregrinou em Lourdes, Roma e em Loreto para aprofundar-se no carisma da Família de Nazaré. De tal modo que o próprio carisma lhe penetra por toda a vida, pautada no mistério de uma vocação evangélica expressa nos exemplos de Jesus, Maria e José no silêncio de Nazaré. 

Padre José Manyanet pregou, abundantemente, a Palavra de Deus e suas obras foram crescendo apesar das grandes dificuldades. Teve uma vida de dolorosos sofrimentos por causa das doenças corporais que o atingiram e o atormentaram ao longo dos anos. Os últimos dezesseis anos ele conviveu com o que chamava de "as misericórdias do Senhor": chagas abertas espalhadas pelo corpo. No dia 17 de dezembro de 1901, o fundador foi, serenamente, para a casa do Pai. Seus restos mortais descansam na capela-panteão do Colégio Jesus, Maria e José, onde morreu, em Barcelona. 

Continuamente acompanhados pela oração e agradecimento de seus filhos e filhas espirituais e de inumeráveis jovens, crianças e famílias que se aproximaram de Deus atraídos por seu exemplo e seus ensinamentos. Atualmente, os dois institutos estão em vários países da Europa, nas duas Américas e África. 

A fama de santidade que o acompanhou em vida se estendeu por todos esses lugares. Foi beatificado pelo papa João Paulo II em 1984. A sua festa foi fixada pela Congregação para o Culto dos Santos em 16 de dezembro. O novo calendário litúrgico, entretanto, coloca esta festa em 17 de dezembro. O mesmo pontífice declarou santo José Manyanet y Vieves em 2004.

17 de dezembro - Dia de São Lázaro de Betânia

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO
 http://www.apparitionstv.com/

São Lázaro de Betânia
Século I

Lázaro de Betânia, na Judéia, teve a honra de merecer a amizade de Jesus e de desfrutar de sua companhia em sua própria casa. Este santo deve à amizade de Jesus, além da espetacular ressurreição do túmulo, o culto que recebe da Igreja ao longo dos séculos.
A casa de Lázaro era um lugar onde Jesus costumava passar alguns momentos de descanso. Apenas a três milhas de Jerusalém, era uma próspera propriedade agrícola, em Betânia. Lázaro era estimado e respeitado pela comunidade hebraica, pela origem nobre, honestidade e religiosidade da família. Tinha duas irmãs, Marta e Maria, e, ao que parece, os três eram solteiros. Essa amizade, não se sabe quando começou. As narrações feitas pelos evangelistas mostram Jesus sendo confortado pelas atenções dessas irmãs devido à sincera e confiante amizade do dono da casa. Notadamente, Lázaro era um amigo predileto, talvez um de seus primeiros discípulos. 


Certo dia, o amigo adoeceu gravemente e as irmãs mandaram avisar Jesus, que estava pregando na distante Galiléia. Aparentando indiferença, Jesus continuou lá, em atividade, mais alguns dias. Veio, então, a triste notícia: "Lázaro, nosso amigo, dorme, vou despertá-lo do sono" disse Jesus. Os discípulos só entenderam que Lázaro havia morrido após a explicação clara de Jesus: "Lázaro morreu, mas me alegro por vossa causa por não estar presente, a fim de que acrediteis. Vamos vê-lo!" (Jo 11,14). 

Quatro dias após o sepultamento, Jesus chegou. Marta chamou sua irmã Maria, e junto com Cristo foram ao sepulcro. As duas irmãs choraram e os amigos que estavam presentes se comoveram. O próprio Jesus também chorou. "Vejam quanto o amava", exclamaram os judeus que notaram o rosto de Jesus com lágrimas. Então, Jesus mandou abrir o sepulcro, entrou nele e, vendo Lázaro enfaixado, ordenou que ele saísse e andasse. 

 
Jesus tinha nas palavras a autoridade sobre a vida e a morte. E Lázaro viveu novamente. Alguns dias depois, Lázaro e suas irmãs ofereceram um banquete em agradecimento a Jesus pelo milagre realizado. 


Depois desse evento, as Sagradas Escrituras não citam mais os três irmãos. A ressurreição de Lázaro assumiu valor simbólico e profético como prefiguração da ressurreição de Cristo. A casa de Betânia e o túmulo de Lázaro se tornaram as primeiras metas das peregrinações dos cristãos. Este santo é o único a ter o privilégio de ocupar dois túmulos, porque morreu duas vezes. 


Embora uma antiga tradição Oriental diga que Lázaro foi bispo e mártir na ilha de Chipre e outra que ele teria viajado para a França e se tornado o primeiro bispo de Marselha, o certo é que Lázaro encerrou sua vida, santamente, como "amigo de Jesus" e, assim, merecedor de nossa veneração. A Igreja escolheu o dia 17 de dezembro para seu culto.

DEFESA DAS APARIÇÕES DE JACAREI

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ


(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)


NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A SANTA MEDALHA DA PAZ

A MEDALHA DO AMANTÍSSIMO CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ

A MEDALHA DA ROSA MISTICA

MÍSTICA CIDADE DE DEUS - VOL. 01 - REVELAÇÕES A SOROR MARIA DE JESUS DE AGREDA

MÍSTICA CIDADE DE DEUS - VOL. 02 - VIDA DE NOSSA SENHORA À SOROR MARIA DE JESUS DE AGREDA

LIVROS MISTICA CIDADE DEUS

LIVROS MISTICA CIDADE DEUS
ENTRE EM CONTATO PELOS TELEFONES ACIMA

A VIDA DE SÃO JOSÉ VOL.02 - REVELADA A IRMA MARIA CECÍLIA BAIJI

Santa Hora da Paz nº 5 - para ser rezada todos os dias as 08:00hs da noite

Santa Hora do Espírito Santo nº19 - para ser rezada todas as segundas-feiras as 09:00hs da noite

Santa Hora dos Santos Anjos nº19 - para ser rezada todas as terças-feiras as 09:00hs da noite

Santa Hora dos Santos Nº 36 - para ser rezada todas as quartas-feiras as 09:00hs da noite

TERÇO DA EUCARISTIA MEDITADO Nº 03

- para ser rezado em especial as quintas-feiras as 07:00hs da noite

SANTA HORA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Nº04

para ser rezada todas as sextas-feiras as 09:00hs da noite

SANTA HORA DAS LÁGRIMAS DA MÃE DE DEUS PARA SER REZADA TODOS OS SÁBADOS AS 07:00HS DA NOITE

Santa Hora de São José 38 - para ser rezada todos os domingos as 09:00hs da noite

Follow by Email

Quem sou eu

Minha foto

Acessem www.apparitionstv.com 
Adriana. casada, tenho dois filhos e sou agraciada por fazer parte da família de Maria Santíssima e dos Sagrados Corações Unidos nas Aparições de Jacareí-SP-Brasil ao seu escolhido Marcos Tadeu Teixeira.