AS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL SAIBA MAIS! @Marcostaddeu Informe-se pelo TEL: (0XX12) 9 9701-2427 e-mail: santuariodejacarei@gmail.com BLOG OFICIAL

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

21 de setembro - Dia de Santa Efigênia


Santa Efigênia ou Santa Iphigênia:

Santa Efigênia filha de pais gentios, príncipes e senhores do Reino da Núbia, que jazia , como todos os seus habitantes mergulhados nas trevas do paganismo. Esta circunstancia seria um péssimo prognostico para Efigênia se aqui não entrasse o dedo de Deus com sua infinita misericórdia.
Haviam decorridos já oito anos após a gloriosa ascensão do Nosso Senhor Jesus Cristo, quando penetrou no Reino da Núbia o claríssimo resplendor da luz da Fé.
O portador da nova Lei neste reino e em outros reinos da Etiópia foi o Apóstolo e Evangelista São Mateus , destinado a implantar a nova crença nestas regiões.
Mateus dirigiu-se, primeiramente a Noba, metrópole do Reino e Pátria de Efigênia. Eram coadjutores do apóstolo alguns carmelitas , que o acompanhavam nesta missão com o intento de estabelecerem na capital da Núbia , a fé cristã e a vida monástica.

Logo que o apóstolo começou a pregar , não só foram mal recebidas suas palavras como também ele foi tido como louco por aqueles infiéis.
Só a princesa Efigênia resolutamente se inclinou a notícia de um só Deus verdadeiro, que lhe dão alguns amigos do apóstolo e se dispõe a detestar a falsidade do paganismo que agora parece repugnante ao seu esclarecido entendimento.



Porem havia o demônio introduzido na capital da Núbia dois malévolos e fraudulentos homens que reputados por Sumos Sacerdotes dos Ídolos e como tal ditava aos ignorantes os seus falsos oráculos; e eram não só respeitados dos vassalos mas até temidos pelos Soberanos.
Quando se certificaram da chegada e do intento do Apóstolo Mateus, desconfiados dos resultados que havia de prosseguir com a Nova Crença já tão cara a Princesa Efigênia, começaram a espalhar por toda a Corte incessantes queixas com o Soberano que em vilipendio dos pátrios deuses , admitia no reino pessoas, como o apóstolo que ultrajavam os seus deuses ! Chegaram a persuadir ao Rei que os deuses irritados só poderiam ser aplacados c com o sacrifício de Efigênia e os estragos vacinados contra Núbia só poderiam ser conjurado se e quando a Princesa Efigênia fosse consumida dentro de um odorífero e sagrado incêndio e oferecida aos deuses. Ouvida atentamente a persuasão daqueles impostores, determinou-se o Rei a fazer a sua diabólica vontade.

Destinada às chamas de uma fogueira como vitima dos falsos deuses, soube Efigênia aguardar o tempo do sacrifício e oferecer-se como hóstia ao verdadeiro Criador. Animada pelo Apóstolo com a certeza de sua vitória sobre os acérrimos inimigos , recebeu sua benção e intrépida pôs-se a esperar a hora do combate.

Ergueu-se uma aparatosa fogueira de troncos e odoríferos e plantas aromáticas em forma de um trono. No momento em que a chama com violência se ateou as madeiras, levantou a Princesa Efigênia a voz, e invocando altamente, segundo instrução do Apóstolo o sagrado nome de Jesus!

De repente desceu dos céus ao Templo um anjo que inesperadamente arrancou a Princesa das mãos dos verdugos tornando-a invisível aos olhos dos seus inimigos!

Efigênia após o portento de sua miraculosa libertação, redobrava seus esforços e crescia cada vez mais em zelo pela introdução da Fé Cristã no palácio real e em toda a Núbia. 

Efigênia já estava suficientemente catequizada e tinha a Fé necessária para receber o batismo, mas o santo Evangelista por inspiração divina diferiu para melhor oportunidade a sua celebração. A Divina Providencia dispôs as coisas de forma que o Apóstolo tinha a oportunidade para administrar a sua discípula o primeiro de todos os sacramentos, pois, não havia obstáculo algum.

Com o milagre que o Santo fez a favor desta gente, que era muito tímida, livrando-a do flagelo dos dragões, o povo começou a dar maior crédito as palavras do Apóstolo, porem confirmou-se muitos na fé quando viram São Mateus ressuscitar o filho do Rei, e Príncipe Real, o que não puderam fazer os Sacerdotes dos falsos deuses. O Rei e a rainha converteram-se com toda a casa real e a nobreza, e uma grande parte do povo imitaram o seu exemplo. Foi então que o apóstolo determinou a celebração do batismo de Efigênia e no dia prefixado, com toda a solenidade, foi a formosa Efigênia regenerada nas águas do batismo. Assinalada com o sinal da cruz na fonte e no coração Efigênia glorificou Deus constantemente e O trouxe sempre no coração. A realização do compromisso solene, que a Princesa da Núbia tomou no seu batismo, foi tanto mais meritória, quanto sua posição social que lhe dava mais freqüentes ocasiões de triunfar no mundo. Efigênia sempre fiel as obrigações do batismo, jamais desmentiu as promessas que fez a Deus e nem o demônio, nem o mundo e suas vaidade tiveram jamais entrada no seu coração.

Estando , finalmente vencidos os inimigos da fé e estabelecida na Núbia a Igreja de Jesus Cristo , começou a santa Efigênia a ser naquele místico Céu da Igreja nascente, um sol de santidade. Exercitava todas as virtudes com reta intenção de agradar ao seu Deus e Senhor , a aquele que amava sobre todas as cousas. Oh! como era admirável o zelo , a dedicação de Efigênia para que Jesus Cristo fosse de todos cada vez mais conhecido e amado.
Eis porque Efigênia não se contentava com amar a Deus, mas queria que todos O amassem e servissem. Era esse zelo intenso que lhe causava no espirito um santa aflição de descobrir como servir ao Divino Mestre da melhor forma. Lutando com este suave desassossego foi uma dia maravilhosamente arrebatada e recebeu de Jesus Cristo, seu único e amabilíssimo Bem, a seguinte revelação : " Efigênia, se pretendes saber o modo conveniente de me servires, conforme a minha Divina Vontade, faz-te generalíssima de um exército de Virgens pobres, obedientes e castas que, renunciando , voluntariamente , ao século, consigam o inestimável brasão de serem esposas Minhas, sem detrimento de sua inviolável pureza" Grande foi a dedicação e generosidade de Efigênia em cumprir a ordem que recebeu de seu Divino Esposo.

É inexprimível a perfeição com que Efigênia consagrou ao Senhor toda a sua liberdade e a prontidão com que obedecia aos Conselhos Divinos era insuperável. Grande era o zelo de Efigênia em conhecer e cumprir a vontade de Deus.


Tendo o evangelista Mateus explicado a Efigênia o verdadeiro sentido da revelação divina com que acabara de ser favorecida, não duvidou Efigênia do que lhe cumpria fazer. Sem perda de tempo, declarou-o a seus pais e providenciou a construção de um edifício que ia ser a morada daquele Exercito de Virgens. As donzelas nubienses atraídas pela virtude de Efigênia e convencidas do que lhes declarava a ilustre Princesa, bem depressa, se lhes mostraram deliberadas a segui-la nesta empresa. Era preciso uma eloquência mais que humana, para declarar o que se passou na Profissão Religiosa de Efigênia. Chegado aquele faustoso dia e preparado tudo no Templo, esperava São Mateus a hora que a Princesa Núbia entrasse, para celebrar com o Divino Esposo as desejadas núpcias. Perante todos, na presença de seus augustos pais, da Nobreza e do povo, genuflecta e humilde Efigênia ouviu a pregação de São Mateus sobre a excelência das três virtudes angélicas (obediência, castidade e pobreza) e estavam presentes os Carmelitas, coadjutores de S Mateus. Deles recebeu a exemplaríssima Regra que entregou a Efigênia para seguir e fazer o seu Régio Convento Carmelita. O santo Apóstolo investiu Efigênia o hábito preto e a capa branca da sagrada ordem da Religião do Carmo.
Santa Efigênia a todas as religiosas excedia nas obras sendo para todas um verdadeiro e fiel modelo de perfeição. Era o Evangelho vivo e pondo nela os olhos, as religiosas não careciam de outros exemplos. Era na Ordem das Carmelitas Pobres , uma arvore frondosa carregada de graças, de benções e de merecimentos.

Mas para Efigênia soou a hora de sua provação Seu coração terno e meigo despedaçou-se ao saber da morte de seus progenitores. Ela os amava com tanta ternura que deu livre curso as a suas lagrimas. Porem a sua fé viva e seu fervor angélico de novo lhe fizera considerar que era Deus quem assim o quis e longe de murmurar ela beijou a mão paterna que só fere para sarar. Em breve a perseguição e a ingratidão vieram a se juntar a amargura de suas magoas. Havia na corte um altivo e ardiloso Príncipe, irmão do falecido e tio de Efigênia ,chamado Hirtaco. Este levantou-se violentamente contra a herdeira da corte e arrebatou das mãos de Eufrônio, irmão de Efigênia o Cetro de Monarca da Núbia. Avista de tão abominável insolência ficou Efigênia ao lado de seu irmão, visto saber a intenção do usurpador, que era tirar a vida de seu irmão Eufronio. Outro golpe mais cruel e desumano veio aumentar o mar de tribulações com que lutava Efigênia.

O seu mestre São Mateus cai morto junto ao altar-mór onde celebrava o Santo Sacrifico, traspassado pela gladio assassino do intruso Rei da Núbia. Mateus não quis aprovar a pretensão de Hirtado e foi o que bastou para receber a coroa do martírio.

Efigênia esperava também que lhe fosse dado segui-lo, na gloria do Martírio, porque tendo rejeitado com firmeza a proposta do tirano de aceita-lo como esposo, entendia que o castigo de tão virtuosa resistência havia de ser o seu sangue derramado.

Deus porem estava empenhado nos triunfos da invencível Princesa, como mostrou a seguinte maravilha: O tirano mandou por fogo no Convento onde a santa Princesa residia com suas companheiras. As armas da defesa que tomou forma as orações:

Pediu a Deus, não a conservação de sua vida mas o castigo de Hirtaco que merecia, pela irreverência que fazia ao Sagrado Templo. Imediatamente com assombro geral se extinguiu e desapareceu das paredes do Convento o artificioso incêndio e por mão invisível se ateou fogo no Palácio do Tirano ,uma chama tão repentina e forte que em breve o palácio e o tempo foram reduzidos a cinzas, deixando nele apenas as ruínas.

O povo a vista de tal maravilha, cheio de alegria e consolação, corre ao Convento a dar graças a Deus e a felicitar Santa Efigênia pelo triunfo, proclamando-a libertadora da Núbia! Desde então foi tida e invocada como Advogada contra os incêndios!

A morte para uma fiel esposa de Jesus Cristo é a união completa com o seu bem amado. Para a gloriosa Santa Efigênia chegara o momento de unir-se ao seu querido esposo. Como São Paulo ela havia combatido o bom combate .A semelhança de Francisco de Assis ela só vivia para Jesus. Vivendo toda absorta em Deus, a bem aventurada donzela teve do Céu um aviso, de que era chegado o tempo de passar das trevas do mundo a claridade do Paraíso, feliz pátria dos justos! Recebeu Efigênia esta noticia como a mais agradável e jubilosa alegria. Nada mostrou de tristeza. Começou a dispor de tudo , até que uma aguda e mortal enfermidade serviu para todas as suas companheiras de aviso de que a sua Mestra e Prelada dentro em breve não mais seria deste mundo.

Já nas ultimas semanas de sua vida, a auréola dos Santos brilhava ao redor de sua fonte. Recebeu toda a ternura e a devoção do Sagrado Viático. Permaneceu absorta em contemplação durante todo o dia e como que inebriada por esse sangue de Vida que pela ultima vez, na terra , acabava de haurir.

Exalou seu puríssimo espírito, tomando dele posse o Divino Esposo, para colocar na Gloria. Um perfume suave a espalhou-se ,imediatamente , por todo o Convento. Ouvia-se nos ares, um coro de vozes celestiais ,cantando as palavras: "Abandonei o reino do mundo pelo amor do Nosso Senhor Jesus Cristo " Regnun Mundi contempsi, propter amorem Domini Nostri Jesus Chiristi" .

Santa Efigênia é a padroeira dos militares e em Belo Horizonte, Minas Gerais, no bairro de Santa Efigênia temos uma igreja com o seu nome " Matriz de Santa Efigênia dos Militares"
Sua festa é celebrada no dia 21 de setembro

21 de setembro - Dia de São Mateus Apóstolo e Evangelista

São Mateus
Apóstolo e Evangelista
séc. I

No tempo de Jesus Cristo, na época em que a Palestina era apenas uma província romana, os impostos cobrados eram onerosos e pesavam brutalmente sobre os ombros dos judeus.
A cobrança desses impostos era feita por rendeiros públicos, considerados homens cruéis, sanguessugas, verdadeiros esfoladores do povo. 

Um dos piores rendeiros da época era Levi, filho de Alfeu, que, mais tarde, trocaria seu nome para Mateus, o "dom de Deus". 

Um dia, depois de pregar, Jesus caminhava pelas ruas da cidade de Cafarnaum e encontrou com o cruel Levi. 


Olhou-o com firmeza nos olhos e disse: 

"Segue-me". 

Levi, imediatamente, levantou-se, abandonou seu rendoso negócio, mudou de vida, de nome e seguiu Jesus. 

Acredita-se, mesmo, que tal mudança não tenha realmente ocorrido dessa forma, mas sim pelo seu próprio e espontâneo entusiasmo no Messias. Na verdade, o que se imagina é que Levi havia algum tempo cultivava a vontade de seguir as palavras do profeta e que aquela atitude tenha sido definitiva para colocá-lo para sempre no caminho da fé cristã. 

Daquele dia em diante, com o nome já trocado para Mateus, tornou-se um dos maiores seguidores e apóstolos de Cristo, acompanhando-o em todas as suas caminhadas e pregações pela Palestina. São Mateus foi o primeiro apóstolo a escrever um livro contando a vida e a morte de Jesus Cristo, ao qual ele deu o nome de Evangelho e que foi amplamente usado pelos primeiros cristãos da Palestina. Quando o apóstolo são Bartolomeu viajou para as Índias, levou consigo uma cópia. 

Depois da morte e ressurreição de Jesus, os apóstolos espalharam-se pelo mundo e Mateus foi para a Arábia e a Pérsia para evangelizar aqueles povos. Porém foi vítima de uma grande perseguição por parte dos sacerdotes locais, que mandaram arrancar-lhe os olhos e o encarceraram para depois ser sacrificado aos deuses. 

Mas Deus não o abandonou e mandou um anjo que curou seus olhos e o libertou. Mateus seguiu, então, para a Etiópia, onde mais uma vez foi perseguido por feiticeiros que se opunham à evangelização. Porém o príncipe herdeiro morreu e Mateus foi chamado ao palácio. Por uma graça divina fez o filho da rainha Candece ressuscitar, causando grande espanto e admiração entre os presentes. 

Com esse ato, Mateus conseguiu converter grande parte da população. Na época, a Igreja da Etiópia passou a ser uma das mais ativas e florescentes dos tempos apostólicos. 


São Mateus morreu por ordem do rei Hitarco, sobrinho do rei Egipo, no altar da igreja em que celebrava o santo ofício da missa. 

Isso aconteceu porque não intercedeu em favor do pedido de casamento feito pelo monarca, e recusado pela jovem Efigênia, que havia decidido consagrar-se a Jesus. 

Inconformado com a atitude do santo homem, Hitarco mandou que seus soldados o executassem. 

No ano 930, as relíquias mortais do apóstolo são Mateus foram transportadas para Salerno, na Itália, onde, até hoje, é festejado como padroeiro da cidade. A Igreja determinou o dia 21 de setembro para a celebração de são Mateus, apóstolo.


TELEFONE DO SANTUÁRIO DE JACAREÍ
0XX 12 99701 2427

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

20 de setembro - Dia de Santa Cândida

www.apparitionstv.com

Jacareí, 25 de dezembro de 2009 
Mensagem de Nossa Senhora e de Santa Candida

Natal do Senhor Jesus

Mensagem de Maria Santíssima

“-Meus filhos caríssimos, Eu Sou a Mãe do Filho de Deus encarnado feito Homem para vos salvar. Sou a Mãe do único e verdadeiro Deus, Jesus Cristo que deu a Sua vida na Cruz, para resgatar-Nos a todos e para Nos tornar verdadeiros filhos de Deus.

Esperai Comigo, cada dia mais no amor, na oração, na penitência, no sacrifício e na fé, o Seu Segundo Natal, a Segunda vinda do Meu divino Filho Jesus ao mundo que em breve acontecerá!

Tal como antes do Seu Nascimento houve a Anunciação, houveram a vós as vozes celestes, a voz de Gabriel que anunciou a Sua primeira vinda... Assim também, para vós já aconteceu a Segunda Anunciação, ou seja; O Anúncio do Segundo retorno do Senhor por meio das Minhas Aparições, espalhadas por toda a parte da terra, que desde há tantos anos chamam os homens à conversão. E avisam de que está próxima a vinda do Senhor Jesus sobre as nuvens do Céu em poder e glória para julgar céus e terra.

Assim como antes do Seu Nascimento, houve a Visitação, a Minha Visitação com Cristo à Minha prima Isabel em sua casa, assim também para vós já aconteceu a Visitação, a Segunda Visitação. Eu, juntamente com o Meu Filho, ou na pessoa Dele visitei no mundo todo, tantos e tantos países da terra com Minhas Aparições, Minhas Mensagens, Minhas lacrimações até de sangue, para avisar que o Senhor já está de regresso a vós, que o Amor volta a vós como Amor, que o Senhor já caminha entre vós para endireitar as suas veredas. E que Eu Sua Mãe, venho à frente Dele para aplainar todos os vales, para rebaixar todos os montes e para preparar uma estrada plana e certa para o Senhor, que chega a vós com os seus Anjos em grande majestade para renovar os Céus e a terra e para finalmente instaurar Seu Reino de amor entre vós!

Os sinais vos indicam portanto, que está próximo o Seu Segundo Natal... Esperai Comigo todos os dias na oração, na fé, na perseverança, na obediência pronta à Minha voz, na ilimitada entrega de cada um de vós nas Minhas Mãos. E, sobretudo, num contínuo e mesmo desejo ardente de amor, que o Senhor venha logo para purificar a terra de tantos crimes e tantas maldades, de tantos pecados e ofensas feitas contra Deus, contra esta vossa Mãe Celeste que tanto vos ama, de tantas injustiças feitas contra tantos dos Meus servos amados; que Me amam, que Me servem e que trabalham para Mim nesta terra. Para que assim o quanto antes, venha para vós um tempo de paz, de graça e de salvação que o Meu Coração suplica, implora e espera arduamente todos os dias!

Se vós vos unirdes à Minha voz se vós unirdes as vossas súplicas às Minhas, o Senhor apressará o passo e virá a vós, para vos dar finalmente a paz e a libertação tão esperada.

Eu desejo que a vossa vida seja um contínuo advento, vivido no amor, vivido na fé, vivido na esperança... Não vos abatam as contrariedades do mundo, não vos prostem as perseguições e injustiças dos homens que não crêem em Deus, que não O amam! Não vos paralisem jamais as maldades deste mundo, o gelo do egoísmo, do mal, da violência e do pecado e nem mesmo a aridez em que tantas vezes vos encontrais por causa dos vossos pecados. Lançai sempre o vosso olhar para Mim, que brilha para vós tal como aquela estrela brilhou para os Reis Magos, para conduzi-los até Nós na Gruta de Belém. Assim também, Eu brilho para vós hoje na noite deste mundo, para alumiar o vosso caminho e para vos fazer chegar em segurança Àquele que é a Verdade, o Caminho e a Vida...

Eu estou convosco todos os dias! E neste advento vos carrego nos Meus Braços, para que possais chegar firmes e confiantes diante do Meu Filho Jesus, que em breve virá a vós, não num trono de palhas como da primeira vez, mas num trono de nuvens. E Sua voz não será mais a de uma criança que chora de frio, mas sim, será uma voz mais potente do que cem trovões juntos. Ele reunirá diante de si os bons e os maus, os separará... os bons à direita, os maus à esquerda... Os bons entrarão no Seu Reino, os maus serão banidos para o reino de satanás e do fogo que nunca mais se apaga!

Meus filhos... quero ter-vos à Minha direita, quero ter-vos à direita do Meu Filho! Ficai portanto, ao Meu lado cumprindo com amor todas as Minhas Mensagens, seguindo-Me pela estrada que durante todos estes anos vos apontei. E então vos prometo, poderei dar-vos ao Meu Filho Jesus como o ouro mais precioso de virtudes, como o incenso mais perfumado de amor e de orações e como a mirra mais verdadeira e sincera de sacrifício e de fidelidade... A todos, neste momento abençôo generosamente...”


**********************************
Mensagem de Santa Cândida

“-Amados irmãos Meus, Eu, CÂNDIDA, serva do Senhor, de Maria santíssima e de São José saúdo-vos hoje e dou-vos a paz.

Durante toda a Minha vida amei muitíssimo ao Senhor! Quando O conheci graças à pregação de São Pedro, morri para Mim mesma e decidi seguir a corrente contrária da do mundo. Num instante, entreguei-Me completamente ao Senhor e procurei ser fiel à entrega que a Ele fiz, todos os dias de Minha vida. O mesmo hoje venho dizer-vos irmãos Meus:

Sede fiéis ao Senhor cada dia de vossa vida, procurando sempre e a todo o momento morrer para vós mesmos, cultivar em vós o verdadeiro amor a Deus, o amor que escolhe e coloca sempre em primeiro lugar o que é melhor para o Senhor, para a Sua Obra de salvação do que aquilo que é melhor para vós.

Sede fiéis ao Senhor, procurando cada dia seguir mais e mais pela estrada da humildade, do aniquilamento de vós mesmos, para que cada vez mais o vosso ‘eu’ corrompido, a vossa natureza rebelde e selvagem tantas vezes seja enfim domada, seja enfim pacificada, seja enfim submetida à vontade do Senhor.

O verdadeiro vencedor deste mundo, o verdadeiro vencedor do mundo não é aquele que ajunta muitas riquezas, que passa por homem sábio, que causa sensação nos outros com suas palavras e obras. Oh, não! O verdadeiro vencedor é aquele que vence-se a si mesmo, aquele que sujeita a sua vontade a do Senhor, aquele que sujeita a sua natureza ao amor do Senhor e à Sua bondade... Esse é o que venceu e esse é o que será considerado vencedor no Reino dos Céus.

Caminhai portanto cada dia no caminho do desprezo do mundo e de vós mesmos, da vossa vontade e das vossas inclinações corrompidas e assim cada dia crescereis mais, de vitória em vitória, até alcançar a vitória final, que é a vitória sobre a primeira morte, o inferno, e um dia no final do mundo, sereis os vencedores e conseguireis a maior vitória de todas: a vitória sobre a morte.

Vivereis eternamente em corpo e alma, glorificados com Deus e com a Sua Mãe para sempre e então os vossos hinos de louvor e de glória nunca mais cessarão, nunca mais sentireis cansaço, nunca mais vos aborrecereis com nada, nunca mais tereis nenhuma dor, nenhuma aflição ou uma angustia, porque as coisas do mundo, as coisas antigas já terão passado e o Senhor secará toda a lágrima e Ele mesmo será o cântico de alegria dos seus eleitos!

Grande é a recompensa, por isso também é grande a luta que se deve travar para conseguir a vitória e eu estou aqui, cheia de amor para vos ajudar a conseguirdes esta grande e imortal vitória e para fazer-vos entrar triunfantes entre os Anjos no Céu como Eu entrei.

Sede fiéis ao Senhor, caminhando cada dia mais no caminho do amor generoso, que nada nega ao Senhor, que nada reserva para si, que nada busca ou deseja fora daquilo que o Senhor mesmo vos mostra cada dia pela Sua Palavra, pelas Mensagens, pela união profunda de vossas almas com Ele na oração, pela vida de intimidade e pela união cada vez mais forte e perfeita da vossa vontade à vontade Dele. Desta forma, a vossa alma crescerá cada dia mais, como uma flor bela e perfumada e desabrochará para a maior glória do Senhor, para maior alegria do Coração da Virgem Maria e para a maior santificação deste mundo.

Sede fiéis ao Senhor, nestes tempos de apostasia em que viveis, nestes tempos da grande tribulação em que viveis, nestes tempos finais em que viveis em que vós sois chamados a sofrer muito, muito mesmo, devido à grande maldade que recobre toda a terra e devido ao grande afastamento de Deus em que a maioria dos homens caíram. Por causa deles os vossos dias são pontilhados de sofrimento, dor e cruz. Mas não, não vos esqueçais nunca Daquele que disse:

‘Eu estarei convosco, até o fim do mundo. Coragem! No mundo tereis aflições, mas Eu venci o mundo. ’

Aquele que disse isso continua vivo e sua parábola continua valendo. Ela valeu para Mim, Eu confiei nela: não fui confundida! Vós também, ao cofiardes no Senhor, embora sofrais, não sereis desamparados, pois Ele é o vosso Senhor que conduz o barco da vossa vida por águas tumultuosas. Muitas vezes pensais que Ele dorme, como dormiu na barca dos Apóstolos e muitas vezes pensais que naufragareis, mas, a uma só palavra Dele no momento certo todos os ventos se acalmarão, a agitação do mar cessará e a paz regressará à vossa vida. Por isso, amados irmãos, confiai no Senhor que é fiel àqueles que lhe são fiéis.

Sede fiéis ao Senhor, procurando cada dia mais viver no amor de Deus, no amor da Santíssima Trindade, na ‘fornalha’ dos Sacratíssimos Corações de Jesus, Maria e José, para que então, a vossa vida cheia do fogo divino, irradiando o calor deste fogo, possa aquecer outros corações que estão regelados e já se tornaram verdadeiras calotas polares*, tão frios e longes do amor de Deus estão!

Eu estou convosco para ajudar-vos a irradiar o calor do fogo do Senhor, para que muitas almas tornem-se um só no amor com Deus, com a Virgem Maria, Conosco os Santos e Anjos, de forma que o mundo todo seja abrasado e se torne a fornalha ardentíssima de amor que o Sagrado Coração tanto deseja e que a Virgem Santa tanto reza para que se tornem. Estou convosco todos os dias, quero rezar o Rosário convosco sempre. Rezai-o com amor, pois esta oração bendita, que Eu não conheci no Meu tempo, pois ela ainda não existia como vós a conheceis agora, essa oração é a oração predileta do Céu, a oração escolhida para conduzir milhões e milhões de almas para a glória celeste. Oh, sim! Quantas almas já estavam presas entre as unhas do dragão infernal e que a oração do Santo Rosário num instante libertou e conduziu pelo caminho da salvação!!! Abraçai esta oração com amor! Rezai o Rosário com todo o ardor do vosso coração e crede: se Eu pudesse voltar à terra novamente, somente para rezar um Rosário bem rezado que fosse, Eu voltaria, tamanho é o valor, o mérito e o poder desta oração! Não podeis imaginar quanto o Rosário é agradável ao Senhor, se rezado com amor, devoção e confiança perfeitos! Estou convosco, portanto, para ajudar-vos a rezá-lo bem, com o coração ou seja; renunciando a vossa vontade e conformando a vossa com a do Senhor pelo Rosário. Assim, a vossa oração produzirá frutos de santidade cem por um e vossas Ave Marias tornar-se-ão verdadeiras ‘rosas místicas’ que subirão ao Céu e que adornarão a morada que Santíssima Virgem lá vos prepara todos os dias, para que lá chegueis e sejais felizes com Ela para sempre!

Amados irmão Meus, sede fiéis ao Senhor na cruz, no sofrimento e ficai a saber que toda cruz, todo sofrimento desta terra, no Céu converter-se-ão em outros milhares e milhares de gozos que tereis em abraçar o Senhor e a Sua Mãe, em vê-Los face a face e em descansar suspirando de amor e de alegria para sempre no colo Deles, na Eterna Glória. Vede: o Céu vos escolheu, o Céu vos amou primeiro! Quando São Pedro Me disse que Jesus havia Me amado primeiro e que Ele havia dado a Sua vida por Mim antes mesmo de que Eu O conhecesse, mesmo quando ainda era inimiga Dele pelo pecado, mesmo quando ainda não era resgatada, mesmo quando ainda não O podia amar, senti-Me presa de amor e o Meu coração apegou-se ao de Jesus e de Maria, fundiu-se com o Deles no amor para sempre!

O Senhor vos amou primeiro! O Senhor se entregou à morte por vós, antes mesmo que vós pudésseis conhecê-Lo, amá-Lo ou fazer qualquer coisa para merecer o amor Dele! Que isto também prenda o vosso coração de amor, funda o vosso coração de amor com os Corações de Jesus e Maria no amor para que, vivendo assim como Eu, ardendo e consumindo-se incessantemente de amor vós possais subir ao Céu como incenso perfumado que se queima no altar do Senhor e sobe até os Olhos Dele para alegrá-Lo, glorificá-Lo e amá-Lo perfeitamente.

Estou convosco, mesmo que não Me vejais, podeis sentir-Me na oração profunda. Rezai-Me muito e Eu alcançarei muitas graças do Céu para vós.

A todos, neste momento, abençôo com todo o Meu coração e sobre vós invoco as mais copiosas graças do Menino Deus!”


**************************************************
Santa Cândida-séc. III 

A primeira referência sobre santa Cândida foi encontrada no calendário da Igreja de Córdoba e em alguns documentos da antiga Galícia, ambas na Espanha. Mas foi pela tradição cristã do povo napolitano, na Itália, que se concluiu a história desta santa. 




A vida cristã de Cândida iniciou quando ela foi convertida, segundo essa tradição, pelo próprio apóstolo Pedro, de passagem por Nápoles.


Naquela época, o apóstolo, com destino a Roma, atravessou Nápoles, onde a primeira pessoa que encontrou na estrada foi a pequena Cândida.

Percebeu, imediatamente, que a pobre criança estava doente. Parou e perguntou-lhe se conhecia a palavra de Jesus Cristo.

Diante da negativa e em seu ardor de levar a mensagem do Evangelho, Pedro falou-lhe da Boa-Nova, da fé e da religião dos cristãos; curou-a dos males que sofria e a converteu em Cristo. 



Assim, Cândida foi colhida pela luz de Deus e curada do físico e da alma.


Chegou em casa falando sobre o cristianismo e contando tudo o que o apóstolo Pedro lhe dissera. Muito intrigado e confuso, Aspreno, um parente que a criava, saiu para procurá-lo. Quando se encontraram, com muito zelo Pedro converteu também Aspreno, que o hospedou em sua modesta casa por alguns dias.



O apóstolo acabou por catequizar os dois e, em seguida, batizou-os e ministrou-lhes a primeira eucaristia durante a celebração da santa missa. Esse local recebeu o nome de "Ara Petri", que significa Altar de Pedro.

Depois, antes de partir, o apóstolo consagrou Aspreno primeiro bispo de Nápoles e pediu para a pequena Cândida continuar com a evangelização, salvando as almas para Nosso Senhor Jesus Cristo. 


Aquele lugar onde fora celebrada a santa missa por são Pedro tornou-se de grande veneração por Cândida.

Ela deixou seu lar com todos os confortos, preferindo passar seus dias numa gruta escura nas proximidades de "Ara Petri", onde vivia em penitência e oração, catequizando e convertendo muitos pagãos.

Após alguns anos, o número de cristãos havia aumentado muito. Por isso, quando o imperador romano ordenou as perseguições contra a Igreja, os convertidos foram obrigados a fugir ou esconder-se.

Então, o bispo Aspreno embarcou Cândida, junto com outros cristãos, com destino a Cartago, no norte da África, tentando mantê-los a salvo da implacável perseguição, mas não conseguiu.



Foram alcançados, presos e torturados. Cândida foi levada a julgamento e condenada à morte porque se negou a renunciar à fé em Cristo. 



No Martirológio Romano, encontramos registrado que a virgem e mártir cristã

Cândida morreu no Anfiteatro dos martírios de Cartago, no dia 20 de setembro. Suas relíquias, encontradas nas Catacumbas de Priscila, agora estão guardadas na igreja Santa Maria dos Milagres, em Roma.


Muitos séculos mais tarde, pesquisas arqueológicas feitas na cidade de Nápoles encontraram no local "Ara Petri" um antigo cemitério de cristãos. O fato colocou ainda mais devoção sobre a figura de santa Cândida, eleita pelos fiéis como padroeira das famílias e dos doentes. Ela recebe, no dia 20 de setembro, as tradicionais homenagens litúrgicas confirmadas pela Igreja.


Ela é representada na Igreja com uma veste branca, a aura em torno da cabeça e expressão de êxtase, com o evangelho e a cruz de Cristo. Também pode ser encontrada carregando a palma dos mártires, segurando o copo cheio de sangue ou ainda com uma espada e o copo cheio de sangue nas mãos.

Santa Cândida protege os inocentes e santifica as festas, dança e entretenimento. É o inimiga de sacrifícios sangrentos e promessas que não possam ser cumpridas, prefere os simples de coração as pessoas para aqueles com pretensões de grande porte.

Santa Cândida…. Rogai por nós!


20 de setembro - Dia de Santo André Kim Taegon e companheiros




Santo André Kim Taegon e companheiros mártires
Os 103 mártires coreanos +1846

A Igreja coreana tem, talvez, uma característica única no mundo católico. Foi fundada e estabelecida apenas por leigos. Surgiu no início de 1600, a partir dos contatos anuais das delegações coreanas que visitavam Pequim, na China, nação que sempre foi uma referência no Extremo Oriente para troca de cultura. 

Ali os coreanos tomaram conhecimento do cristianismo. Especialmente por meio do livro do grande padre Mateus Ricci, "A verdadeira doutrina de Deus". Foi o leigo Lee Byeok que se inspirou nele para, então, fundar a primeira comunidade católica atuante na Coréia. 

As visitas à China continuaram e os cristãos coreanos foram, então, informados, pelo bispo de Pequim, de que suas atividades precisavam seguir a hierarquia e organização ditada pelo Vaticano, a Santa Sé de Roma. Teria de ser gerida por um sacerdote consagrado, o qual foi enviado oficialmente para lá em 1785. 

Em pouco tempo, a comunidade cresceu, possuindo milhares de fiéis, Porém começaram a sofrer perseguições por parte dos governantes e poderosos, inimigos da liberdade, justiça e fraternidade pregadas pelos missionários. Tentando acabar com o cristianismo, matavam seus seguidores. Não sabiam que o sangue dos mártires é semente de cristãos, como já dissera o imperador Tertuliano, no início dos tempos cristãos. Assim, patrocinaram uma verdadeira carnificina entre 1785 e 1882, quando o governo decretou a liberdade religiosa. 

Foram dez mil mártires. Desses, a Igreja canonizou muitos que foram agrupados para uma só festa, liderados por André Kim Taegon, o primeiro sacerdote mártir coreano. Vejamos o seu caminho no apostolado. 

André nasceu em 1821, numa família da nobreza coreana, profundamente cristã. Seu pai, por causa das perseguições, havia formado uma "Igreja particular" em sua casa, nos moldes daquelas dos cristãos dos primeiros tempos, para rezarem, pregarem o Evangelho e receberem os sacramentos. Tudo funcionou até ser denunciado e morto, aos quarenta e quatro anos, por não renegar a fé em Cristo. 

André tinha quinze anos e sobreviveu com os familiares, graças à ajuda dos missionários franceses, que os enviaram para a China, onde o jovem se preparou para o sacerdócio e retornou diácono, em 1844. Depois, numa viagem perigosa vivida, tanto na ida quanto na volta, num clima de perseguição, foi para Xangai, onde o bispo o ordenou sacerdote. 

Devido à sua condição de nobre e conhecedor dos costumes e pensamento local, obteve ótimos resultados no seu apostolado de evangelização. Até que, a pedido do bispo, um missionário francês, seguiu em comitiva num barco clandestino para um encontro com as autoridades eclesiásticas de Pequim, que aguardavam documentos coreanos a serem enviados ao Vaticano. Foram descobertos e presos. Outros da comunidade foram localizados, inclusive os seus parentes. 
André era um nobre, por isso foi interrogado até pelo rei, no intuito de que renegasse a fé e denunciasse seus companheiros. Como não o fez, foi severamente torturado por um longo período e depois morto por decapitação, no dia 16 de setembro de 1846 em Seul, Coréia. 

Na mesma ocasião, foram martirizados cento e três homens, mulheres, velhos e crianças, sacerdotes e leigos, ricos e pobres. De nada adiantou, pois a jovem Igreja coreana floresceu com os seus mártires. Em 1984, o papa João Paulo II, cercado de uma grande multidão de cristãos coreanos, canonizou santo André Kim Taegon e seus companheiros, determinando o dia 20 de setembro para a celebração litúrgica.


terça-feira, 19 de setembro de 2017

19 de setembro - A APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA EM LA SALETTE - FRANÇA


ASSISTAM OS MARAVILHOSOS FILMES FEITOS PELO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA
 DO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL 
FILME RARO:APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA EM LA SALETTE - (FRANÇA)
O SEGREDO- MENSAGEM- PROFECIAS-OS VIDENTES MAXIMINO E MELANIE 

PEDIDOS PELO TELEFONE 0XX12 99701 2427
OU ACESSE A LOJA VIRTUAL


LA SALETTE - FRANÇA (1846)

A Aparição da Virgem Santíssima à Maximino e Melanie

Um dia de outono

Em meados de setembro de 1846, um camponês de Ablandins, Pedro Selme, está com o pastor adoentado. Desce a Corbs, até a casa de seu amigo, o carroceiro Giraud:-"Empresta-me teu Maximino por alguns dias..."-"Maximino pastor? Ele é jovem demais para tanto !..." Conversa vai, conversa vem..., a 14 de setembro o garoto Maximino vai a Ablandins.
No dia 17 percebe a presença de Melanie na aldeia. No dia 18 vão pastorear seus rebanhos nos terrenos de Comuna, no monte Planeau. À tarde, Maximino procurava entabular uma conversa. Melânia não se mostra interessada. Descobrem, no entanto, um ponto comum: os dois são de Corps. Conversam então, e decidem voltar a pastorear juntos no dia seguinte e no mesmo lugar.

Nas Pastagens da Montanha

os videntes

No sábado, 19 de setembro de 1846, bem cedo, as duas crianças sobem as ladeiras do monte Planeau, cada uma tocando seu rebanho de quatro vacas, sendo que Maximino tinha também uma cabra e o cachorrinho Lulu. O sol respandecia sobre as pastagens... Ao meio dia, no fundo do vale, o sino da Igreja da aldeia toca a hora do Angelus. Os pastores então conduzem as vacas até a "fonte dos animais", uma poça d'água formada pelo regato que desce pelo vale do Sézia. A seguir, conduzem os rebanhos à pradaria chamada "Le Chomoir", nas encostas do Monte Gargas. Faz calor e os animais se põem a ruminar.

Maximino e Melanie tornam a subir pelo vale até a "fonte dos homens". Junto à fonte, tomam uma frugal refeição: pão e um pedaço de queijo. Outros meninos pastores, que pastoreiam mais abaixo, juntam-se aos dois e passam a conversar. Depois que eles partiram, Maximino e Melânia atravessam o regato e descem alguns passos até os dois assentos de pedras empilhadas, junto a poça seca de uma fonte sem água: e a "pequena fonte". Melânia deposita a mochila no chão, e Maximino põe a jaqueta e a merenda sobre a pedra.


Uma estranha claridade

Contrariamente a seu costume, as duas crianças se estendem sobre a relva...e adormecem. O clima sob o sol de final de verão, é agradável. Nem uma nuvem no céu. O murmúrio do regato acrescenta-se à calma e ao silêncio da montanha. O tempo passa!...
Bruscamente Melânia acorda e sacode Maximino!-"Maximino, Maximino, vem depressa, vamos ver nossa vacas...Não sei onde andam!". Rapidamente sobem a ladeira oposta ao Gargas. Voltando-se, têm diante de si toda a pradaria: as vacas lá estão ruminando calmamente. Os dois pastores se tranquilizam. Melânia começa a descer. A meio caminho se detêm imóvel e, de susto, deixa cair o cajado.- "Maximino, olha lá, aquele clarão!"
Junto à pequena fonte, sobre um dos assentos de pedra...um globo de fogo. "É como se o sol tivesse caído lá". No entanto, o sol continua brilhando num céu sem nuvens. Maximino corre gritando:- "Onde está? Onde está?" Melanie estende o dedo para o fundo do vale onde haviam dormido. Maximo para perto dela, cheio de medo e lhe diz:- "Segura o teu cajado, vai! Eu seguro o meu e lhe darei uma paulada se "aquilo" nos fizer qualquer coisa". O clarão se mexe, se agita, gira sobre si mesmo. As duas crianças faltam palavras para externar a impressão de vida que irradia desse globo de fogo. Uma mulher ali aparece, assentada, a cabeça entre as mãos, os cotovelos sobre os joelhos, numa atitude de profunda beleza.


A Bela Senhora

A Bela Senhora põe-se de pé. Os dois não se mexiam. Ela lhe diz, em francês:

"-Vinde, meus filhos, não tenhais medo, aqui estou para vos contar uma grande novidade!"

Então, as crianças descem até a Bela Senhora.
Olham-na. Ela não para de chorar:- "Achavamos que era uma mamãe cujos filhos a tivessem espancado e que se teria refugiado na montanha para chorar". A Bela Senhora é alta e toda de luz. Veste-se como as mulheres da região: vestido longo, um grande avental, lenço cruzado e amarrado as costas, touca de componesa. Rosas coroam sua cabeça, ladeiam o lenço e ornam seu calçado. Em sua fronte a luz brilha como um diadema. Sobre os ombros carrega uma pesada corrente. Uma corrente mais leve prende sobre o peito um crucifixo resplandecente, com um martelo de um lado, e de outro uma torques.


O que Ela disse na montanha

A Bela Senhora fala aos dois pastores:- " Ela chorou durante todo o tempo em que nos falou". Junto ou separadamente, as duas crianças repetem as mesmas palavras, com ligeiras variantes que não afetam o sentido. Não importa quais sejam seus interlocutores: peregrinos ou simples curiosos, notáveis ou eclesiásticos, pesquisadores ou jornalistas. Quer sejam favoráveis, sem prevenção ou malévolos, eis o que lhes é transmitido:

"-Vinde, meus filhos, não tenhais medo, aqui estou para vos contar uma grande novidade!"

"Nós a ouvimos, não pensávamos em mais nada". Como Maximino e Melanie, deixemos que ressoe em nós também o que ela falou no alto da montanha.

Com eles, ouçamos a Bela Senhora, contemplando o Crucifixo agonizante sobre seu peito.

"-Se meu povo não quer submeter-se, sou forçada a deixar cair o braço de meu Filho. E tão forte e tão pesado que não o posso mais suster. Há quanto tempo sofro por vós!
Dei-vos seis dias para trabalhar, reservei-me o sétimo, e não mo querem conceder! É isso que torna tão pesado o braço de meu Filho.
E também os carroceiros não sabem jurar sem usar o nome de meu Filho. São essas as duas coisas que tornam tão pesado o braço de meu Filho.
Se a colheita se estraga, e só por vossa causa, Eu vo-lo mostrei no ano passado com as batatinhas: e vós nem fizestes caso! Ao contrário, quando encontráveis batatinhas estragadas, juráveis usando o nome de meu Filho. Elas continuarão asssim, e neste ano, para o Natal, não haverá mais."

A palavra "batatinhas" (em francês: 'pommes de terre'), deixa Melanie intrigada. No dialeto da região, se diz "la truffa". E a palavra 'pommes' lembra-lhe o fruto da macieira. Ela se volta então para Maximino, para lhe pedir uma explicação. A Senhora porém, adianta-se dizendo:

"-Não compreendeis, meus filhos? Vou dize-lo de outro modo."

Retomando pois, as últimas frases no dialeto de Corps, língua falada correntemente por Maximino e Melanie, a Bela Senhora prossegue sempre no dialeto:

"-Se tiverdes trigo, não se deve semea-lo. Todo o que semeardes será devorado pelos insetos, e o que produzir se transformará em pó ao ser malhado

Virá grande fome. Antes que a fome chegue, as crianças menores de sete anos serão acometidas de trevor e morrerão entre as mãos das pessoas que as carregarem, Os outros farão penitência pela fome. As nozes caruncharão, as uvas apodrecerão."

De repente, a Bela Senhora continua a falar, mas somente Maximino a entende. Melanie percebe seus lábios se moverem, mas nada entende. Alguns instantes depois, Melânia por sua vez, pode ouvir, enquanto Maximino, que nada mais entende, faz girar o chapéu na ponta do cajado ou, com a outra, brinca com pedrinhas no chão. - "Mas nenhuma sequer tocou os pés da Bela Senhora!", excusar-se-ia alguns dias mais tarde.- "Ela me disse alguma coisa ao me dizer: Tu não dirás nem isso. Depois, não compreendia mais nada, e durante esse tempo, eu brincava".
Assim a Bela Senhora falou em segredo a Maximino e depois a Melanie. E novamente, os dois em conjunto ouvem as seguintes palavras:

"-Se se converterem, as pedras e rochedos se transformarão em montões de trigo, e as batatinhas serão semeadas nos roçados. Fazeis bem vossa oração, meus filhos?"

" Não muito Senhora", respondem as crianças.

"-Ah! Meus filhos, é preciso fazê-la bem, à noite e de manhã, dizendo ao menos um Pai Nosso e uma Ave Maria quando não puderdes rezar mais. Quando puderdes rezar mais, dizei mais.

"-Durante o verão, só algumas mulheres mais idosas vão à Missa. Os outros trabalham no domingo, durante todo o verão. Durante o inverno, quanto não sabem o que fazer, vão a Missa zombar da religião. Durante a Quaresma vão ao açougue como cães.
Nunca viste trigo estragado, meus filhos?"

" Não Senhora" , responderam eles.

Então Ela se dirige a Maximo:

"-Mas tu, meu filho, tu deves te-lo visto uma vez, perto do Coin, com teu pai. O dono da roça disse a teu pai que fosse ver seu trigo estragado. Ambos fostes até lá. Ele tomou duas ou três espigas entre as mãos, esfregou-as e tudo caiu em pó. Ao voltardes, quando estáveis a meia hora de Corps, teu pai te deu um pedaço de pão dizendo-te: "Toma, meu filho, come pão neste ano ainda, pois não sei quem dele comerá no ano próximo, se o trigo continuar assim".

Maximino responde:-

"É verdade, Senhora, agora lembro. Há pouco não lembrava mais".

E a Bela Senhora conclui, não mais em dialeto, e sim em francês:

"-Pois bem, meus filhos, transmitireis isso a todo o meu povo."




La Salette - O Segredo dos últimos tempos Aparição e revelações de Maria Santíssima a Mélanie Calvat
(15 anos) e Maximino Giraud (11 anos) , no dia 19 de setembro de   1846 , ás 15 horas em La Salette , França .


O Segredo

Melanie , o que vou te dizer agora não será segredo para sempre .

 Tu podes publicá-lo em 1858(obs.:Note que este é o ano da Aparição de Nossa Senhora em Lourdes para Sta. Bernadete)
1. Os Sacerdotes e ministros de meu Filho , por causa de suas más vidas , pelas sua irreverências e por sua impiedade ao celebrar os santos mistérios , pelo amor ao dinheiro , por amor as honras e aos prazeres , converteram-se em cloacas de impureza. Sim os Sacerdotes provocam a vingança e a vingança pendem sobre suas cabeças.
2. Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus que pelas suas infidelidade e más vidas , crucificam meu Filho de novo! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao céu e atraem vingança , e eis que a vingança está às suas portas, porque já não se encontra ninguém para implorar misericórdia e perdão para o povo. Já não há almas generosas , já não há ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Eterno pelo mundo. Deus vai castigar o mundo de uma maneira sem precedente . Ai dos habitantes da Terra ! Deus vai esgotar sua cólera e ninguém poderá fugir a tantos males juntos.
3. Os chefes , os condutores do povo de Deus , descuraram a oração e a penitência , e o demônio obscureceu as suas inteligências. Tornaram-se naquelas estrelas errantes que a antiga serpente arrastará com sua calda para os fazer perecer. Deus permitirá que a antiga serpente ponhe divisões entre os soberanos ,e as famílias .Sofrer-se-ão penas físicas e morais . Deus abandonará o homem a si mesmo e enviará castigos que irão de suceder mais de trinta e cinco anos .
4. A sociedade está nas vésperas das mais terríveis calamidades e dos maiores acontecimentos . Deverá esperar vir a ser governada com vara de ferro e beber o cálice da cólera de Deus .
5. Que o vigário de meu Filho o Sumo Pontífice Pio IX , não saia de Roma depois de 1859 , mas que seja firme e generoso , que combata com as armas da fé e do amor . Eu estarei com ele.
6. Que desconfie de Napoleão , seu coração é falso e quando ele quiser ao mesmo tempo ser Papa e Imperador depressa Deus se retirará dele. Ele é aquela águia que querendo sempre subir mais alto cairá sobre a espada de que se queria servir para obrigar os povos a submissão.
7. A Itália será castigada pela sua ambição , por querer sacudir o jugo do Senhor dos senhores , também ela será entregue a guerra . O sangue correrá por todo o lado , as Igrejas serão fechadas e profanadas , os sacerdotes e religiosos serão perseguidos ; fa-los-ão morrer , e morrer de morte cruel. Muitos abandonarão a fé , e o números de sacerdotes e religiosos que apostarão da religião verdadeira será grande ; entre estes encontrar-se-ão até mesmo bispos.
8. Que o Papa se acautele contra os fazedores de milagres porque chegou o tempo em que se hão de operar os mais espantosos prodígios no céu e no ar.
9. No ano de 1864 , serão desencadeados do inferno Lúcifer com um grande número de demônios , eles abolirão a fé pouco a pouco , mesmo nas pessoas consagradas a Deus. Cegá-las-ão de tal forma que salvo por graça particular; essas pessoas tomarão o espíritos desses anjos maus . Muitas casas religiosas perderão completamente a fé e perder-se-ão muitas almas.
10. Os livros maus abundarão a terra e os espíritos das trevas espalharão por toda a parte um relaxamento universal por tudo o que seja a serviço de Deus e terão um grandiosícimo poder obre a natureza. Haverá Igrejas ao culto desses espíritos. Certas pessoas serão transportadas de a outro lugar por esses maus espíritos até sacerdotes , porque eles não serão conduzidos pelo bom espírito do Evangelho , que é um espírito de humildade , de caridade e de zelo pela glória de Deus.
11. Serão ressuscitados mortos e justos. ( isto é , estes mortos tomarão a aparências destas almas justas que viveram na terra para melhor seduzir os homens . Estes ditos mortos ressuscitados não serão mais que o demônio sob as suas figuras e pregarão outro evangelho contrário ao de Jesus Cristo , negando quer a existência do céu , quer a existência das almas dos condenados. Todas essas almas aparecerão como que unidas a corpos.) E ver-se-á por toda parte prodígios extraordinários , porque a fé verdadeira se extinguiu e a falsa luz ilumina o mundo . Ai dos príncipes da Igreja que se tenham apenas dedicado em acumular riquezas , a salvaguardar a sua autoridade e a dominar com o orgulho!
12. O vigário do meu Filho terá muito que sofrer por que por um tempo a Igreja será entregue a grandes perseguições : será o tempo das trevas , a Igreja terá uma crise medonha.
13. Esquecida a Santa Fé de Deus , cada indivíduo quererá governar-se por si mesmo e ser superior aos seus semelhantes . Abolir-se-ão os pobres civis e eclesiásticos, a ordem e a justiça serão calçadas aos pés. Só se verão homicídios , ódios , inveja , mentira e discórdia , sem amor pela pátria e nem pela família.
14. O Santo Padre sofrerá muito , estarei com Ele até o fim para receber seu sacrifício . Os malvado atentarão muitas vezes contra sua vida sem poder por fim aos seu dias ; mas nem ele , nem seu sucessor ( que não terá muito tempo) verão o triunfo da Igreja de Deus.
15. Os governantes terão todos o mesmo plano que será abolir e desaparecer todo princípio religioso para dar lugar ao materialismo , ao ateísmo ao espiritismo e a toda espécie de vícios.
16. No ao de 1865 ver-se-á abominação nos lugares Santos. Nos conventos as flores da Igreja estarão putrefactas e o demônio converter-se-à no rei dos corações. Que os que estão a frente de comunidades religiosas vigiem as pessoas que hão de receber porque o demônio usará de toda sua malícia para introduzir nas ordens religiosas pessoas dadas ao pecado pois as desordens e o amor aos prazeres estarão espalhados por toda a terra.
17. A frança , a Itália a Espanha e a Inglaterra , entrarão em guerra; o sangue correrá pelas ruas; o francês lutará contra o francês , o italiano contra o italiano e depois haverá uma guerra geral, que será muito medonha . Por um tempo Deus esquecer-se-á da França e da Itália porque o Evangelho de Jesus Cristo já não é conhecido . Os malvados desenvolverão toda a sua malícia , os homens hão de matar-se e assassinar-se dentro das suas casas.
18. Ao primeiro golpe da Sua espada fulminante , as montanhas ,a natureza inteira estremecerá de espanto , porque as desordens e os crimes dos homens traspassam a abóbada do céu. Paris será queimada e Marselha será engolida várias cidades grandes serão abaladas e soterradas por terremotos. Julgar-se-á tudo perdido. Não se verá mais que homicídios , não se ouvirá senão ruído das armas e blasfêmias . Os justos sofrerão muito , as suas orações penitências e lágrimas subirão ao céu e todo povo de Deus pedirá perdão e misericórdia implorando a minha ajuda e intercessão.
19. Então Jesus Cristo , por um ato de sua justiça e da sua misericórdia para com os justos , mandará seus anjos dar morte a todos os seus inimigos. Num abrir e fechar de olhos os perseguidores da Igreja de Jesus Cristo e todos os homens escravos do pecado perecerão e a terra ficará como um deserto.
20. Então far-se-á a paz , a reconciliação de Deus com os homens . Jesus Cristo será servido e glorificado. A caridade florescerá por toda a parte . Os novos reis serão o braço direito da Igreja que será forte , humilde e piedosa, pobre zelosa e imitadora das virtudes de Jesus Cristo. O Evangelho será pregado por toda a parte e os homens farão grandes progressos na fé , porque haverá unidade entre os obreiros de Jesus Cristo, e porque os homens viverão no temor de Deus.
21. Esta paz entre os homens não será longa : 25 anos de abundantes colheitas farão esquecer que pecados dos homens são causas de todos os males que sucedem a Terra.
22. Um percursor do anti-cristo , com um exército composto de muitas nações , combaterá o verdadeiro Cristo o único Salvador do mundo ; derramará muito sangue e pretenderá aniquilar o culto de Deus que se ele considere a ele como deus.
23. A terra será castigada com toda a espécie de praga( além da peste e da fome que serão gerais) , haverá guerras até a última que será feita então pelos dez reis aliados do anti-cristo , que terão todos os mesmo desígnios e serão os únicos a governar o mundo.
24. Antes que isso aconteça , haverá no mundo uma espécie de falsa paz. Não se pensará senão em divertimentos os malvados entregar-se-ão a todo o gênero de pecados . Mas os filhos da Santa Igreja , os da fé , os meu verdadeiros imitadores crescerão no amor de Deus e nas virtudes que mais queridas me são . Ditosas as almas humildes , dirigidas pelo espírito Santo! Eu combaterei com elas até chegarem a plenitude dos tempos.
25. A natureza clama por vingança contra os homens e treme de medo à espera do que deve acontecer a terra empapada de crimes. Tremei ó terra e vós que fazeis profissão de servir Jesus Cristo , e que dentro de vós adorais a vós mesmos. Tremei porque Deus entregar-vos-á ao seu inimigo , porque os lugares santos estão na corrupção; muitos conventos já não são casas de Deus , mas sim de Asmodeu e dos seus.
26. Será durante este tempo que nascerá o anti-cristo duma religiosa hebraica , duma falsa virgem que terá comunicação com a antiga serpente , o mestre da impureza . O seu pai será bispo. À nascença vomitará blasfêmias , terá dentes , numa palavra será de impurezas. Terá irmãos que embora não sendo como ele ,diabos encarnados, serão filhos do mal. Aos doze anos chamarão a atenção pelas rudes vitórias que alcançarão . Bem depressa se colocarão a frente de grandes exércitos assistidos por legiões do inferno.
27. As tentações mudarão. A terra só produzirá maus frutos . Os astros perderão seus movimentos regulares. A lua só transmitirá uma débil luz avermelhada . A água e o fogo impumirão ao globo terrestre movimentos convulsivos e horríveis terremotos que tragarão montanhas e cidades inteiras .
28. Roma perderá a fé e converter-se-á a sede do anti-cristo.
29. Os demônios do ar farão , o anti-cristo grandes prodígios na terra e nos ares e os perverter-se-ão cada vez mais . Deus cuidará de seus fiéis servidores e dos homens de boa vontade. O Evangelho será pregado por toda a parte , todos os povos e todas as nações conhecerão a verdade!
30. Eu dirijo um urgente apelo a terra : chamo os verdadeiros discípulos do Deus vivo , que reina nos Céus. Chamo os verdadeiros imitadores de Cristo feito homem , o único e verdadeiro salvador dos homens. Chamo os meus filhos , os verdadeiros devotos , os que se deram a mim para que eu os conduza ao meu Divino Filho, aqueles que eu levo , por assim dizer , em meus braços ; chamo os que vivem no meu espírito ; chamo em fim os Apóstolos dos últimos tempos , os fiéis discípulos de Jesus Cristo que vivem no desprezo do mundo e de si próprios , na pobreza e na humildade , no silêncio , na oração e na mortificação , na castidade e na união com Deus , no sofrimento e desconhecidos do mundo. Já é hora que saiam e venham iluminar a terra. Ide e mostrai-vos como meus filhos queridos . Estou conosco e em vós , desde que a vossa fé seja a luz que vos ilumine nestes dias de infortúnio . Que o vosso zelo vos tornem como que famintos da glória e da honra de Jesus Cristo . Combaterei filhos da luz , vós pequeno número que ainda tendes visão , porque chegou o tempo dos tempos , o fim dos fins.
31. A igreja será eclipsada , o mundo estará em aflição . Mas eis que chegam Enoch e Elias , cheios do espírito de Deus ; eles pregarão com a força de Deus e os homens de boa vontade acreditarão em Deus e muitas almas serão consoladas . Farão grandes progressos pela virtude do Espírito Santo e condenarão os erros diabólicos do anti-cristo.
32. Ai dos habitantes da Terra ! virão guerras sangrentas e fome , pestes e enfermidades contagiosas , chuvas de uma horrorosa saraiva de animais , que abalarão cidades , terremotos que engolirão países ; ouvir-se-ão vozes no ar , os homens baterão com as cabeças nos muros , chamarão a morte e por outro lado a morte será o seu suplício. Correrá o sangue por toda a parte . Quem poderá vencer se Deus não diminuir o tempo da prova? Pelo sangue , as lágrimas e as orações dos justos Deis deixar-se-á aplacar . Enoch e Elias serão martirizados . Roma pagã desaparecerá. Cairá fogo do Céu consumirá três cidades. Todo o universo será preza de terror e muitos deixar-se-ão seduzir porque não adoravam o verdadeiro Cristo , que vivia entre eles . Chegou o tempo , o céu escurece , só a fé viverá.
33. Eis o tempo abre-se o abismo . Eis o rei das trevas . Eis a besta com seus súditos dizendo -se o salvador do mundo. Elevar-se-á com soberba , pelos ares para subir até o céu ; será precipitado pelo sopro de São Miguel Arcanjo. Cairá, e a Terra que estava três dias em contínuas evoluções , abrirá o seio , cheio de fogo , e ele será precipitado para sempre com todos os seus abismos do inferno. Então a água e o fogo purificarão a terra e a consumirão todas as obras do orgulho dos homens e tudo será renovado ; Deus será servido e glorificado.

TERÇO DOS PASTORINHOS MAXIMINO E MELANIE - LA SALETTE


DEFESA DAS APARIÇÕES DE JACAREI

DEFESA ÀS APARIÇÕES DE JACAREÍ


(FEITA POR UM PEREGRINO, AO CONTEMPLAR UM VÍDEO FALANDO MAL DAS MESMAS CITADAS ACIMA, E SOBRE A CARTINHA DO BISPO DA ÉPOCA, ALEGANDO QUE AS APARIÇÕES NÃO ERAM VERDADEIRAS)


NÃO SEI QUEM FEZ MAS PRA MIM ESSA PESSOA MERECIA UMA MEDALHA DE HONRA DE NOSSA SENHORA POR ESTA BELA DEFESA

"Quando você diz que devemos dar ouvidos ao que os padres dizem a respeito das aparições de Jacareí, corre em um ledo engano, pois, a “opinião pessoal” deles é que não pode ser elevado ao nível de “dogma de fé”. As cartas de Dom Nelson são muito citadas pelos que latem que estas Sagradas Aparições são falsas. Portanto, mister se faz alguns esclarecimentos. Há duas cartas oficiais onde este indigitado bispo trata da matéria “aparições”. Uma primeira, publicada em 1996, enquanto o mesmo ainda era bispo de São José dos Campos (diocese a qual pertence Jacareí). Nesta, não há menção alguma ao nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, muito menos, excomunhão, há somente algumas orientações pastorais. A segunda, publicada em 2007 e republicada em 2011, realmente traz explicitamente o nome do Profeta Marcos Tadeu Teixeira, porém, nesta, a palavra “excomunhão” é sequer mencionada.

Ainda há um probleminha com esta segunda carta. O dito bispo (certamente pela providência de Nossa Senhora) foi transferido para a diocese de Santo André/SP em 2003, e, observem, a segunda carta publicada por ele ocorreu no ano de 2007, quando já havia deixado de ter jurisdição eclesiástica sobre a cidade de Jacareí. Portanto, o mesmo, ao editar esta carta, violou a jurisdição eclesiástica conferida a ele pela Igreja, e, ainda, violentou gravemente a autoridade de Dom Moacir, então, bispo da Diocese de São José dos Campos, que, se quisesse, poderia ter criado o maior caso com isso, pois Dom Nelson desrespeitou frontalmente e atropelou sua autoridade eclesiástica, uma verdadeira afronta. Então eu lhes pergunto, vocês ainda vão dar credibilidade a um documento irregular e eivado de vícios como esse?

Vale lembrar, que não é obrigatório seguir estas cartas circulares dos bispos. Não há heresia nem cisma nisso. Um católico somente pode ser acusado de cismático ou herege se atentar contra os Dogmas de Fé. Que eu saiba, carta circular de bispo não é Dogma de Fé. Como a primeira carta de Dom Nelson não condena as Aparições de Jacareí, e a segunda está irregular, pode-se dizer que não pesa condenação oficial e regular da Igreja sobre estas Santas Aparições. Além do mais, até o presente momento, Dom José Valmor, que atualmente tem jurisdição eclesiástica sobre Jacareí, não fez pronunciamento oficial sobre as mesmas. Documento oficial onde o Profeta Marcos foi excomungado, também é inexistente, portanto, qualquer informação que diga o contrário é fruto de pura “fofoca”.

Ressalto que em Jacareí, realmente, não damos tanta importância aos documentos do Vaticano. O que nós realmente valorizamos é a doutrina que nos foi transmitida pelos santos, como Santo Afonso, São Luiz, Santa Teresa, São João da Cruz, etc... Outro adendo que gostaria de acrescentar, diz respeito ao fato da obrigatoriedade ou não das Sagradas Mensagens Celestiais. A orientação predominante entre os teólogos católicos, de que não é obrigatório seguir as Aparições de Nossa Senhora, se funda em meras opiniões pessoais de alguns clérigos a respeito do assunto. Esta orientação não tem o caráter da infalibilidade papal e muito menos é um Dogma de Fé. Realmente, o catecismo atual traz algo nesse sentido, mas vale lembrar que o mesmo não recebeu o caráter da infalibilidade pelo Concílio Vaticano II. Bem ao contrário do Santo Catecismo do Concílio de Trento. Este sim, recebeu o caráter de infalível. Ocorre que nossa amada Igreja há muito se transviou de uma tradição bíblica milenar, através da qual o “Deus dos Exércitos” sempre manifestou sua vontade ao povo de Israel por meio de suas aparições aos profetas (mesmo fenômeno que ocorre com o, também, profeta Marcos Tadeu, pois os fenômenos miraculosos e de aparições que ocorrem naquele Santuário, são da mesma espécie dos verificados na Sagrada Bíblia).

Ora, nos tempos bíblicos não era através dos fariseus, saduceus, príncipes e doutores da lei (a Igreja oficial da época) que Deus dava as suas diretrizes ao povo eleito, mas sim, através dos profetas, em outras palavras, dos videntes. Nos primórdios do cristianismo, também ocorria assim, pois, a própria origem da nossa amada Igreja se funda nas “aparições” de Jesus aos apóstolos e discípulos. Então, por que esta tradição bíblica foi quebra? Será que é porque as aparições aos profetas cessaram? Errado, pois nos últimos 100 anos ocorreram mais de 1000 aparições de Nossa Senhora, dos santos e anjos, e até de Deus.
A pergunta correta é, por que o clero tenta abafar isso, pois grande parte, senão todas, destas aparições também foram acompanhadas de sinais miraculosos, como, curas inexplicáveis pela ciência, sinais na natureza, etc... Se Deus usava deste expediente nos tempos bíblicos, certamente deveria continuar a usá-lo nos tempos do catolicismo, pois uma grande verdade que a Teologia professa é que Deus é imutável. Não citarei as passagens bíblicas onde Deus manifesta sua vontade através dos videntes/profetas, pois se assim fizesse, teria que citar a Bíblia inteira, pois a própria formação e ensinamentos nela transmitidos se dão por este meio. Gostaria apenas de citar um pequeno exemplo de qual atitude deveremos tomar frente às Aparições de Jacareí, tomando por base a Bíblia. Saulo, quando se dirigia à cidade de Damasco e Jesus lhe “aparece” exclama: “Senhor, que queres que eu faça?” (At 9, 6). Naquela ocasião, Jesus disse a ele para procurar os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! O ordenou que entrasse na cidade de Damasco e ali lhe seria dito o que deveria fazer. Beleza. E quem Deus enviou para Saulo? Os fariseus e saduceus (a Igreja oficial da época)? Não! Mas Ananias, um vidente. Como eu sei que Ananias era um vidente? As Sagradas Escrituras nos contam que foi uma aparição de Jesus que disse para ele ir procurar Saulo. É só conferir At 9, 10-16ss.

Outro exemplo foi Judas Iscariotes; este preferiu errar com a Igreja oficial da época (lembra né, fariseus e saduceus) que acertar sem ela. Bom... Errou mesmo! E segundo alguns santos místicos, como Maria de Ágreda, sua alma se encontra no inferno. Assim, a posição teológica defendida pela maioria dos teólogos atuais, de que as aparições não são obrigatórias, falando em termos de estudo teológico da atualidade, é perfeitamente passível de questionamento, e, inclusive, daria uma boa tese de doutoramento. É um posicionamento que pode ser mudado. Não é Dogma de Fé. Gostaria de finalizar este ponto dizendo o seguinte. Jesus tolerou para sempre aquela Igreja oficial da época (o judaísmo) que rejeitou o projeto que suas aparições aos Apóstolos (que também eram videntes) propunha? Claro que não!!! Por causa disso, Deus se retirou do meio daquela Igreja e passou a habitar no meio dos seus videntes, os apóstolos e discípulos, e, assim, surgiu a nossa amada Igreja Católica (Mt 21, 39-45).

Não é objetivo do Profeta Marcos Tadeu, nem de sua Ordem e muito menos de nós, a Milícia da Paz (formada por todos os fiéis seguidores daquele Santuário) provocar um cisma na Igreja. Nós apenas denunciamos os erros (prerrogativa esta, conferida aos leigos pelo próprio Concílio Vaticano II), lutamos para que a devoção a Nossa Senhora, aos santos e anjos seja colocada em seu devido lugar, e que as suas mensagens, e as dos demais santos, e até as de Deus, seja acolhida como nos tempos Bíblicos, pois acreditamos que se isto não for feito, irá se abater gigantescos cataclismos sobre a Terra, de uma tal magnitude que nunca houve, nem jamais haverá. Acreditamos que esta “palavra de Deus” transmitida nas aparições é o caminho e a única forma de salvar o mundo, e qualquer obra, ou pessoa, que ensine ou faça diferente do que elas dizem, é desprezada por nós. O motivo para isto é muito simples. Desde tempos remotos, as Aparições de Nossa Senhora (inclusive as não aprovadas pela Igreja) vêm dizendo o que aconteceria ao mundo se esta “palavra de Deus” não fosse obedecida. Resultado, tudo o que elas disseram, em um passado remoto, está se cumprindo na atualidade. Então, não há outra conclusão a se fazer, a não ser admitir que elas eram verdadeiras, e que o clero errou. Aliás, o histórico de erro do clero é algo realmente interessante. Basta citar a condenação que pesou durante 20 anos sobre as Santas Aparições de Jesus Misericordioso à Santa Faustina, e não foi por um “bispozinho” qualquer. Foi pelo próprio papa da época. Se não fosse a atuação do então Cardeal Karol Józef Wojtyła, futuro Papa João Paulo II, estas aparições estariam condenadas até os tempos atuais, e, certamente, você seria um grande opositor delas, não é? Infelizmente, como atualmente o número de Cardeais, e clérigos em geral, com este nível de espiritualidade é praticamente nulo... tadinha das aparições... snif. Praticamente nenhum deles entende de Teologia Mística, o estudo apropriado para se avaliar as aparições e estudá-las.

Além do mais, as aparições de La Salette, Lourdes e Fátima, para quem conhece mais a fundo sua história, verá que elas na verdade não foram aceitas pelo clero. Muito pelo contrário, este as combateu com todas as suas forças. Na realidade, o que ocorreu, é que os fiéis praticamente as fizeram descer goela abaixo na garganta do clero, de tal modo, que eles não tiveram outra opção a não ser aprová-las. E, mesmo nestas que foram aprovadas, o estrago que o clero fez é algo incomensurável. Não as divulgou como deveria; se o corpo incorrupto de Santa Bernadete estivesse no Santuário de Lourdes iria converter milhões de fiéis, no entanto está praticamente escondido no convento de Nevers; o corpo incorrupto de Santa Jacinta foi escondido dos fiéis; a esmagadora maioria dos vaticanistas da Itália é de acordo que, até hoje, o terceiro segredo de Fátima não foi revelado em sua integralidade; a consagração da Rússia não foi feita como Nossa Senhora pediu até os dias atuais, etc... E isso, só para citar os danos que me vem à mente neste momento.

No Santuário das Aparições de Jacareí, o Profeta Marcos está resgatando tudo aquilo que a Igreja e a sociedade tanto se esforçaram para extinguir, os escapulários, medalhas, mensagens, enfim, a salvação do mundo que Nossa Senhora nos revelou e ofereceu com tanto amor ao longo de suas aparições na história. Sem dúvida, lá está se cumprido a passagem da Escritura na qual se diz: “Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas...” Mt 13,52 É uma nova aparição que resgata todas, até as mais antigas. Portanto, se ainda quiserem seguir a doutrina da cabeça deste cara de que não precisamos de aparições, o problema é de vocês. Aliás, se formos pensar bem, porquê Deus, Nossa Senhora os anjos e os santos apareceriam, né? Afinal de contas, nosso mundo está uma verdadeira maravilha, não é? Não temos problemas de droga, prostituição, corrupção, degradação moral, depressão, decadência da Igreja, violência, roubos, assassinatos, guerras, miséria..., todos os sacerdotes são verdadeiros Serafins de santidade, enfim, o Vaticano está dando conta do recado... Só não está apresentando um desempenho melhor devido a um “pequeno” probleminha de tráfico de influência entre os altos clérigos, desvio de verbas do banco do Vaticano, looby gay entre os padres, pedofilia generalizada, um papa progressista e comunista..., mas, afinal de contas, são probleminhas fáceis de serem solucionados, né? É... Em um mundo maravilhoso e em ótimo funcionamento como esse, realmente não entendo o motivo de tantas aparições..."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A SANTA MEDALHA DA PAZ

A MEDALHA DO AMANTÍSSIMO CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ

A MEDALHA DA ROSA MISTICA

MÍSTICA CIDADE DE DEUS - VOL. 01 - REVELAÇÕES A SOROR MARIA DE JESUS DE AGREDA

MÍSTICA CIDADE DE DEUS - VOL. 02 - VIDA DE NOSSA SENHORA À SOROR MARIA DE JESUS DE AGREDA

LIVROS MISTICA CIDADE DEUS

LIVROS MISTICA CIDADE DEUS
ENTRE EM CONTATO PELOS TELEFONES ACIMA

A VIDA DE SÃO JOSÉ VOL.02 - REVELADA A IRMA MARIA CECÍLIA BAIJI

Santa Hora da Paz nº 5 - para ser rezada todos os dias as 08:00hs da noite

Santa Hora do Espírito Santo nº19 - para ser rezada todas as segundas-feiras as 09:00hs da noite

Santa Hora dos Santos Anjos nº19 - para ser rezada todas as terças-feiras as 09:00hs da noite

Santa Hora dos Santos Nº 36 - para ser rezada todas as quartas-feiras as 09:00hs da noite

TERÇO DA EUCARISTIA MEDITADO Nº 03

- para ser rezado em especial as quintas-feiras as 07:00hs da noite

SANTA HORA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Nº04

para ser rezada todas as sextas-feiras as 09:00hs da noite

SANTA HORA DAS LÁGRIMAS DA MÃE DE DEUS PARA SER REZADA TODOS OS SÁBADOS AS 07:00HS DA NOITE

Santa Hora de São José 38 - para ser rezada todos os domingos as 09:00hs da noite

Follow by Email